Albuquerque coloca assuntos do mar e Lei das Finanças Regionais entre dossiers a tratar com presidente da República

O presidente da República vista esta sexta-feira a Madeira. O presidente do Governo da Madeira quer abordar com Marcelo Rebelo de Sousa outros dossiers entre os quais: a revisão da Constituição, e a melhoria das acessibilidades de modo a que o Estado assuma um “papel de relevo” na projeção atlântica de Portugal através da sua plataforma continental.

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visita esta sexta-feira a Madeira. O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, durante uma visita à empresa DTWAY, disse que tem um conjunto de dossiers que pretende discutir com Marcelo onde se inclui o mar, nas suas mais diversas vertentes, e também a Lei das Finanças Regionais.

Entre os outros dossiers elencados pelo líder do Governo da Madeira estiveram: a revisão da Constituição, e a melhoria das acessibilidades de modo a que o Estado assuma um “papel de relevo” na projeção atlântica de Portugal através da sua plataforma continental.

“É preciso que o presidente da República sensibilize o Estado para o exercício da soberania sobre a plataforma continental. É preciso repor o transporte marítimo entre continente e ilhas. É preciso alocar investimento na área oceanográfica, na internacionalização dos nossos portos e marinas, na robótica subaquática, na dinamização do Registo Internacional de Navios (MAR), e na fixação da indústria naval. Não faz nenhum sentido termos a décima maior plataforma continental do mundo, graças a termos um território descontinuado. Só temos esta plataforma continental porque temos ilhas. É fundamental que neste mar imenso, se assegure fisicamente os corredores marítimos entre o continente e as ilhas. Não podemos dizer que somos um país atlântico se não temos ligações regulares de navios entre continente e ilhas. Este é um exercício de soberania relativamente aquilo que é nosso, como a Espanha faz”, afirmou Albuquerque.

O governante salientou ainda a importância da Madeira ter mais poderes efetivos sobre a área sanitária, e alertou para a necessidade do Estado assegurar o financiamento das funções sociais em áreas como a Saúde e a Educação.

Madeira aposta na digitalização

Durante a visita à DTWAY, o presidente do Governo da Madeira defendeu que a digitalização “vai ter um papel determinante na economia mundial, salientando que a região autónoma, através da StartUp Madeira, tem empresas de vanguarda nas áreas das novas tecnologias

“Temos 27 médias empresas no mercado da digitalização, com um volume de negócios superior a 70 milhões de euros, para além dos postos de trabalho altamente qualificados”, afirmou o governante.

Ler mais
Recomendadas

Madeira administra mais 9.723 vacinas contra a covid-19

Já foram administradas na Madeira 69.737 vacinas contra o coronavírus. 50.269 correspondiam à primeira dose e 19.468 à segunda dose. Isto equivale a 19,8% e 7,7% de pessoas vacinadas.

“A EEM sempre apostou na maximização da produção de energia renovável”

A Empresa de Eletricidade da Madeira diz ainda que a componente da autoprodução é “uma parte da solução” de maximização da produção de eletricidade de origem renovável, proporcionando mais valias para os autoprodutores e uma redução da dependência energética do exterior”, referindo-se ao regime jurídico relativo ao autoconsumo de energia renovável.

Madeira regista mais 17 casos positivos e 48 recuperações de covid-19

A Madeira tem 281 casos ativos de coronavírus, 21 são importados e 260 de transmissão local. Existem 48 situações em estudo pelas autoridades de saúde.
Comentários