PremiumAltice lança venda de rede de fibra ótica em Portugal

Dona da Meo lançou venda de ativos avaliados em entre três e quatro mil milhões, mas quer manter controlo operacional e promete continuar a investir na fibra em Portugal.

A Altice prepara-se para vender  a sua rede de fibra ótica em Portugal, num negócio que, segundo analistas, avalia a infraestrutura em entre três e quatro mil milhões de euros, apurou o Jornal Económico. Outras fontes do mercado indicam que a Altice não deverá estar disposta a vender por menos de cinco mil milhões, dado que existirão avaliações superiores a esse montante. O processo de alienação foi lançado formalmente esta semana, mas a única certeza é que o grupo francês liderado por Patrick Drahi pretende manter o controlo operacional da rede de fibra, que até ao final do próximo ano deverá chegar a 5,3 milhões de lares, disponibilizando serviços de voz fixa, Internet em banda larga e televisão por subscrição.

Ao que o Jornal Económico apurou, o memorando com a informação sobre os ativos que vão estar à venda chegou aos potenciais compradores, fundos de private equity e outros investidores institucionais, através da assessora financeira francesa Lazard, mas no documento não há qualquer referência à percentagem de capital à venda. A empresa dona da Meo pretende concluir a alienação até ao fim do ano e, para o efeito, vai criar uma nova empresa que ficará com a rede de fibra, à semelhança do que sucedeu quando alienou as torres de telecomunicações, no ano passado. Mas, uma vez que a Altice não quer perder o controlo operacional da infraestrutura em fibra óptica, que estará no balanço desta nova entidade, poderá manter a maioria do capital.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Relacionadas

Altice mantém estratégia para entrar no mercado de produção de conteúdos

“Isso é público e faz parte da nossa agenda e vamos desenvolver todas as soluções necessárias para responder a esta estratégia, que achamos que é ganhadora. O que nós sabemos hoje é que vamos querer trazer a melhor solução de conteúdo, de entretenimento para os nossos clientes”, disse João Sousa, chief sales officer da Altice para o mercado B2B.

Altice anuncia segunda vaga de investimento de fibra ótica

Após novo investimento, o concelho da Guarda ficará com uma cobertura de fibra ótica de cerca de 70%.
Recomendadas

‘Caso EDP’: empresa confirma que já foi notificada pelo DCIAP para ser constituída arguida

Em comunicado, a energética portuguesa afirmou que “em linha com as notícias divulgadas na imprensa portuguesa no final do dia de ontem, a EDP foi hoje notificada pelo DCIAP de que deverá, nos próximos dias, designar um legal representante que compareça no DCIAP, a fim de ser constituída arguida”.

Nova companhia aérea de Neeleman deverá iniciar voos em 2021

A Breeze Airways, fundada por David Neeleman, cuja saída da TAP foi anunciada recentemente, deverá iniciar os voos em 2021, um lançamento que foi adiado pela pandemia de Covid-19, avançou hoje a Bloomberg.

Salários da CGD aumentaram em 2019 com início de pagamento de bónus

Os salários da administração da CGD cresceram para 3,6 milhões de euros no ano passado, um aumento de 22,5% justificado com o início de um programa de pagamento de remunerações variáveis, que já estava previsto, revelou o banco.
Comentários