Amazon retira artigos de natal com imagens de Auschwitz após denúncia

Entre os artigos disponíveis para venda estavam bolas decorativas para a árvore de natal, abre-latas, e até tapetes de rato, todos com imagens ilustrativas do campo de concentração nazi de Auschwitz.

A Amazon retirou vários artigos de natal da sua plataforma por conterem imagens do campo de concentração de Auschwitz. Os artigos em questão continham imagens do campo de concentração onde, durante a segunda guerra mundial, morreram 1,1 milhões de pessoas, na sua maioria de origem judaica, segundo o Museu do Holocausto.

A denúncia surgiu depois de várias queixas dirigidas ao ‘Memorial Polaco de Auschwitz’ que através do Twitter fez chegar a informação à administração da Amazon. Entretanto, a empresa americana retirou os artigos e apressou-se a pedir desculpas, segundo a BBC.

Entre os artigos disponíveis para venda estavam bolas decorativas para a árvore de natal, abre-latas, e até tapetes de rato, todos com imagens ilustrativas do campo de concentração de Auschwitz, Polónia, propriedade dos Alemães durante a segunda guerra mundial.

O ‘Memorial Polaco de Auschwitz’ publicou um tweet a informar que os artigos já tinham sido retirados e agradeceu a os utilizadores da rede social pelas suas denúncias, depois das publicações virais.

A Amazon por sua vez retirou os artigos da plataforma, e através de um comunicado pediu desculpas e afirmou que “todos os vendedores presentes na plataforma têm de seguir as regras de venda. Aqueles que não respeitarem o nosso código de conduta irão ser penalizados e estarão sujeitos à remoção da conta”

 

Ler mais
Recomendadas

Presidente chinês presente no 20.º aniversário da transferência da administração de Macau

Xi Jinping “inspecionará” também o território outrora administrado por Portugal, hoje uma região semiautónoma chinesa e capital mundial do jogo, escreveu a Xinhua, sem avançar com mais detalhes.

“É uma farsa, uma fraude”. Trump disponível para se defender de ‘impeachment’

“Farei o que quero. Reparem, não fiz nada de errado, então farei isso, demore muito ou pouco”, disse Trump, numa conferência de imprensa, respondendo sobre se preferia um julgamento político de curta duração ou de longa duração.

O que marcou 2019? Vote nas personalidades e acontecimentos do ano

A redação do Jornal Económico analisou e destacou em cinco categorias diferentes, os acontecimentos e os protagonistas mais relevantes do ano 2019. Até ao próximo dia 22 de dezembro, é a sua vez de dar voz à notícia do ano.
Comentários