ANA diz que encerramento noturno do aeroporto de Lisboa termina às 5h30m

A ANA confirma que as obras vai arrancar em janeiro e se prolongarão até ao final de junho do próximo ano, para a criação de duas saídas rápidas de pista, “com vista à melhoria da eficiência da operação, obtendo maior fluidez na circulação dos aviões, redução dos percursos e das emissões de CO2”.

Rafael Marchante/Reuters

A ANA, concessionária dos aeroportos nacionais detida pelo grupo francês Vinci, esclareceu hoje, dia 19 de novembro, em comunicado, que o encerramento do aeroporto Humberto Delgado para obras, previsto para o período entre janeiro e junho do próximo ano, vai ocorrer todos os dias entre as 23h30m e as 05h30m da manhã do dia seguinte, e não entre as 23h30m e as 06h30m da manhã seguinte, como havia sido anteriormente divulgado.

“A ANA Aeroportos de Portugal vai iniciar, em janeiro, as obras para a criação de duas saídas rápidas de pista no aeroporto Humberto Delgado, com vista à melhoria da eficiência da operação, obtendo maior fluidez na circulação dos aviões, redução dos percursos e das emissões de CO2”, garante a concessionária no referido comunicado.

De acordo com a nota informativa, “esta intervenção, que ocorre apenas durante o período noturno, implica o encerramento da pista para o horário previsto entre as 23h30 e as 5h30, a partir de 6 de janeiro e até ao final de junho, tendo a ANA comunicado esta informação, às companhias aéreas, nos prazos definidos a nível internacional para o processo de alocação de ‘slots'”.

A informação de que o aeroporto da Portela vai encerrar no período noturno entre janeiro e junho do próximo ano foi revelada publicamente esta manhã pelo CEO da easyJet Portugal, José Lopes.

Relacionadas

Encerramento noturno da Portela vai agravar pressão sobre o aeroporto e o turismo

As obras para expansão de capacidade do aeroporto Humberto Delgado deverão iniciar-se no início de janeiro e obrigarão ao encerramento no período noturno, entre as 23h30m e as 06h30m.
Recomendadas

Seguradora Fidelidade entra no mercado chileno

Com esta entrada no Chilea Fidelidade vai também apostar em alianças com parceiros estratégicos locais, alavancadas numa rede ampla de corretores e grandes retalhistas e de bancassurance, apostando numa qualidade de serviço superior com o objetivo de proporcionar o melhor serviço aos clientes.

PAN pede campanha informativa sobre 5G em Matosinhos

Matosinhos tem uma Zonal Livre Tecnológica, promovida pelo CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento, da qual faz parte a NOS. A operadora usa a zona para testar 5G e em outubro anunciou ter coberto “integralmente” com a nova tecnologia móvel. Agora o PAN pede palestras, conferências e debates por toda a cidade para explicar o que é o 5G.

PremiumPropostas não vinculativas pela Brisa são esperadas até 19 de dezembro

O grupo José de Mello e o fundo Arcus, que controlam a maioria do capital, colocaram à venda 80% da empresa (40% cada um).
Comentários