André Ventura “lamenta” eleição de António Costa: “Contarão connosco para a oposição”

O líder do Chega reconhece que o Partido Socialista foi o mais votado nas eleições e por isso tem legitimidade para governar, mas que só irá apoiar “o que for positivo para o povo português”.

André Ventura reconhece a legitimidade de António Costa para liderar o governo nos próximos quatro anos, mas lamenta a escolha dos portugueses. “Já se percebeu que vai ser António Costa o primeiro-ministro, o Chega reconhece isso, mas lamenta”, afirma o líder do partido depois de estar reunido com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esta terça-feira em Belém.

André Ventura fez questão de sublinhar que o Partido Socialista terá oposição do Chega dado que “foi esse o papel que os portugueses nos atribuíram”.

Questionado sobre as diferenças entre o Chega e António Costa, André Ventura refere que o Chega “não coloca rótulos nem afastamos cenários. Estamos aqui pelo povo português e não por nós. O que for positivo para o povo português nós vamos apoiar. Se António Costa quiser finalmente restituir aos polícias os direitos que há muito não têm, contará com o nosso apoio”.

André Ventura disse ainda “lamentar, que nomeadamente a imprensa internacional não se canse de fazer ataques ao Chega e à sua eleição. Sobretudo, o desrespeito ao voto de dezenas de milhares de portugueses que se manifestaram. Numa democracia, todos têm lugar”.

Relacionadas
andre_ventura_legislativas_voto

Descontentamento com a Direita explica eleição de um deputado pelo Chega

A eleição do deputado do Chega explica-se pelos votos do eleitorado descontente com os partidos tradicionais de direita e dos eleitores populistas que o PNR nunca conseguiu conquistar, afirmaram hoje especialistas à Lusa.

André Ventura responde a Costa: “Conte comigo para denunciar os familiares que tem no Governo ou as negociatas com empresas amigas”

O líder do PS disse ontem que os socialistas não contam com o Chega “para nada”. O líder do novo partido que garantiu um lugar no Parlamento como deputado reagiu esta tarde: “Eu sei, Dr. António Costa. Mas conte comigo para denunciar os familiares que tem no Governo, o desemprego jovem ou as negociatas com as empresas amigas como as golas inflamáveis”.
andre_ventura_legislativas_voto

André Ventura diz que o Chega “vai ser o maior partido de Portugal daqui a oito anos”

O presidente do Chega conseguiu ser eleito para o Parlamento, sendo o cabeça de lista por Lisboa do partido.
Recomendadas

Costa reúne esta segunda-feira com Presidente da República para entregar nomes de secretários de Estado

O gabinete do primeiro-ministro enviou este domingo, 20 de outubro, uma nota onde refere que “o primeiro-ministro solicitou hoje uma audiência ao Presidente da República para lhe apresentar os nomes dos secretários de Estado”.

Sondagem Aximage: Maioria julga que António Costa sabia o que se passou em Tancos

Parte considerável dos eleitores também têm a impressão de que Marcelo Rebelo de Sousa também estava ao corrente daquilo que se estava a passar. PSD terá sido o partido mais beneficiado com o “caso de Tancos” e o PS o mais prejudicado nas urnas.
assunção_cristas_rui_rio_debate_legislativas_1

Direita unida numa só lista teria mais um deputado do que o PS

Se os eleitores do PSD, CDS-PP, Iniciativa Liberal, Chega e Aliança tivessem votado na mesma lista esta teria colocado 97 deputados na Assembleia da República, ganhando dez ao PS. Mas bastaria o partido de André Ventura ficar de fora para os socialistas continuarem a ter mais parlamentares do que os existentes à sua direita.
Comentários