Antigo edifício do Batista Russo dá lugar a nova loja da Decathlon

Loja abre portas esta sexta-feira num espaço com 3.000 m2 e que vai contar com três pisos compostos por um parque de estacionamento, um restaurante e cinco campos para a prática desportiva de padel.

A nova loja da Decathlon na freguesia dos Olivais, em Lisboa abre portas esta sexta-feira, 7 de dezembro, num modelo inovador a nível nacional. Com 3.000 m2 esta loja vai ainda contar com três pisos compostos por um parque de estacionamento, um restaurante e cinco campos para a prática desportiva de padel, este último numa área de 1.600 m2.

Este espaço encontra-se construído nas antigas oficinas de Francisco Batista Russo & Irmão, na Avenida Marechal Gomes da Costa, estando virada para a tecnologia e interação com o cliente. Com 130 monitores espalhados pela loja que permitem desde logo ao cliente visualizar os modelos disponíveis do produto que desejam adquirir e verem a avaliação dada por outros utilizadores que adquiriram o produto.

“Se algum dos produtos estiver classificado com menos de três estrelas (numa escala de 0 a 5) são de imediato retirados do mercado e repensados”, explica José Neves, diretor regional da Decathlon.

Outra característica desta loja são as chamadas “Zonas de Teste”, nas quais os visitantes podem experimentar todo o tipo de produtos e atividades relacionadas, como por exemplo sacos de boxe, padel ou patins em linha e trotinetes.

Trotinetes que na opinião de José Neves, diretor regional da Decathlon assume como sendo um dos produtos que tem “picos de venda, por ser uma atividade que está a crescer cada vez mais na cidade de Lisboa”.

Já Nuno Farias, diretor deste espaço destaca o facto de “90% a 95% dos produtos da loja serem produzidos pela Decathlon”.

Sem querer dar projeções em termos de valores numéricos José Neves acredita que no primeiro mês passarão por esta Decathlon entre 50 a 60 mil pessoas, esperando atingir o meio milhão de visitas até ao final de 2019. Ao nível do retorno financeiro o diretor regional estima que os resultados começaram a surgir de forma positiva dentro de três anos.

Em janeiro de 2019 está prevista a abertura dos campos de padel, enquanto o restaurante que ocupa uma área de 300 a 400 m2, ainda se encontra em fase de procura de exploração. Apesar desta loja ser um modelo único, José Neves não descarta a possibilidade de no futuro abrir uma nova loja neste formato.

“Este espaço tem caracteristicas específicas por ser feito a partir da reconstrução de um outro edifício, mas claro que se existir essa hipótese não dizemos que não”, refere o diretor regional.

Para o próximo ano está já garantida a abertura de uma nova loja da Decatlhon na cidade de Coimbra, encontrando-se outros projetos em estudo.

Ler mais
Recomendadas

Ocupação do mercado de escritórios em Lisboa aumentou 64% em maio

Em termos homólogos o crescimento foi de 11%, registando um total de 19 operações e uma área média de 940 metros quadrados. A nível trimestral verificaram-se 74 operações e uma área média de 953 metros quadrados.

Grupo da África do Sul prepara investimento de 200 milhões em Lisboa

A Neworld fundada por John Rabie apresentou o primeiro projeto em Portugal, o LX Living, mas na calha já estão mais quatro empreendimentos que no total serão compostos por 500 apartamentos.

Socicorreia entra nos Açores e prevê investir 300 milhões

Empresa tem projeto de 200 milhões de euros previsto para o Funchal em parceria com a AFA. Em Braga, quer entrar no mercado hoteleiro.
Comentários