PremiumAntónio Varela indicado para ‘chairman’ do Crédito Agrícola

António Varela deverá ser proposto para presidente do Conselho Geral e de Supervisão do Crédito Agrícola, na lista que será conhecida esta semana. Será o regresso ao setor financeiro do antigo homem forte da supervisão prudencial do Banco de Portugal, que saiu em ruptura com Carlos Costa.

Foto Cedida

António Varela, ex-administrador do Banco de Portugal, deverá ser proposto para a presidência do conselho geral e de supervisão (CGS) da Caixa Central do Crédito Agrícola Mútuo, o equivalente a chairman da instituição, no triénio 2019-2021, apurou o Jornal Económico. Por sua vez, Licínio Pina será proposto para mais um mandato como presidente do conselho de administração executivo (CEO), na assembleia geral marcada para 25 de maio.

A lista dos órgãos sociais para o próximo mandato deverá ser conhecida esta semana, cumprindo as novas regras para a nomeação dos elementos do conselho geral e de supervisão, que entraram em vigor com a revisão dos estatutos que teve lugar no mês passado. Essa alteração, realizada sob a alçada do Banco de Portugal, obriga a que a maioria dos membros do CGS passem a ser independentes das 80 caixas de crédito agrícola que compõem aquele que é o sétimo maior banco em Portugal.

Artigo reservado a assinantes do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

 

Recomendadas

Deutsche Bank terá emprestado 2 mil milhões de dólares a Donald Trump durante 20 anos

Antes de ser eleito, foram concedidos pelo banco alemão empréstimos no valor 2 mil milhões de dólares a Donald Trump. O relatório do ”New York Times” avança que estas cedências foram feitas num espaço de duas décadas.

Rui Rio diz que auditoria ao Novo Banco deve incluir atual gestão

Presidente do PSD ressalvou que incluir a atual gestão do Novo Banco na auditoria “não quer dizer que haja desconfianças” sobre a forma como a instituição está a ser gerida. Mas que os contribuintes portugueses “exigem uma clarificação”.

Serralves e Gulbenkian no mapa cultural do Bankinter

Fundador de Serralves desde 2019, o Bankinter anuncia também o apoio à exposição “Cérebro, mais vasto que o céu”, organizada pela Fundação Calouste Gulbenkian.
Comentários