Antúrio: empresa da Madeira cresceu 50% em 2017 e vai entrar na Europa de Leste

A tecnológica consolidou a sua operação no continente português e quer crescer na Europa de Leste, mas as raízes estão na Madeira. “Com muito orgulho”, diz o CEO Duarte Freitas.

Duarte Freitas, CEO da Anturio

A popularidade de uma das flores mais conhecidas na Madeira não foi a razão para Duarte Freitas escolher a designação Anturio para batizar em 2009 o seu negócio, mas a tecnológica é hoje cada vez mais conhecida no mercado nacional.

A empresa, que tem como principais atividades o desenvolvimento de software, a instalação de ERP PHC e a integração de plataformas web, móveis e BI, prepara-se agora para apostar em força na internacionalização. As raízes essas, são madeirenses e “com muito orgulho”, diz o CEO da Anturio.

“Era e é muito importante para mim estar associado à minha ilha, por motivo de orgulho, porque sempre quis voltar à minha terra e pela imagem de credibilidade que a Região transmite”, explica Duarte Freitas que investiu no ano passado cerca de 240 mil euros no escritório da Madeira.

Nos últimos seis anos, o negócio criado pelo jovem empresário madeirense e por um companheiro de faculdade tem vindo a bater sucessivos recordes de vendas. 2017 foi um ano de excelência, traduzido num crescimento da ordem dos 50% e um volume de faturação de 1,8 milhões de euros, revela.

Na Madeira, a prioridade passou por apetrechar a equipa comercial e técnica do escritório regional, um investimento da ordem dos 240 mil euros. Duarte Freitas explica que, com o aumento da carteira de clientes, foi necessário providenciar um acompanhamento mais especializado.

Artigo publicado na edição de março do Económico Madeira. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Ler mais
Recomendadas

Madeira e Açores celebram protocolo bilateral para receber exposição de Catarina Branco

O protocolo estabelecido entre as regiões autónomas vai permitir que até junho de 2019 o Museu de Arte Contemporânea da Madeira tenha uma obra de Catarina Branco integrada na sua coleção.

Deputado do PSD Madeira detido por excesso de álcool suspendeu mandato

O deputado Luís Calaça referiu que após reflexão pessoal considerou que não estavam reunidas as condições para continuar a exercer o seu mandato.

Contos para miúdos na Biblioteca Pública da Madeira

A Hora do Conto regressa ao Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira com o objetivo de estimular hábitos de leitura entre a população mais jovem da Região Autónoma.
Comentários