Anturio fecha ano com 2,3 milhões de euros de volume de negócios

A empresa tem uma perspectiva de crescimento, em 2019, de 20%. A Anturio vai ainda apostar no mercado de Espanha com a abertura de um escritório em Madrid.

A Anturio, empresa com sede no Funchal e que actua no sector das tecnologias da informação, fechou 2018 com 2,3 milhões de euros de volume de negócios, um crescimento de 33%, superando a meta dos 20% estabelecida.

Para 2019 a expectativa é que a Anturio volte ao crescimento tendo uma meta fixada de 20%. Um dos objectivos da empresa passa ainda pela aposta em recursos humanos, e também no mercado espanhol, com a abertura de um escritório em Madrid.

“Tivemos um crescimento de 300 por cento na Madeira e um reforço da equipa no centro de Portugal Continental”, referiu Duarte Miguel Freitas, CEO da Anturio.

Entre os segredos para este crescimento “natural e sustentado”, em 2018, acrescentou o CEO, esteve uma “aposta clara” nas pessoas.

A abertura do escritório em Madrid, deve acontecer este mês. “Esperamos fazer crescer a nossa quota internacional com esta nova incursão. Este ano, a aposta irá centrar-se em Espanha, mas estamos sempre em conversações para novas oportunidades”, sublinha o CEO da empresa.

Duarte Freitas diz ainda que estão previstas 8 contratações que poderão ser ajustadas consoantes o crescimento das várias áreas da empresa.

Ler mais
Recomendadas

PS vai votar contra o Orçamento Regional na Madeira

O PS anunciou também que se vai abster na votação do Plano e Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento para a Região Autónoma da Madeira.

Madeira regista descida ligeira no preço dos combustíveis

A gasolina passa dos 1,502 para os 1,500 euros por litro, enquanto que o gasóleo desce dos 1,321 para os 1,319 euros por litro.

CDS Madeira admite estender coligação com PSD às autárquicas

O líder do CDS/Madeira e secretário da Economia no Governo Regional admite que o acordo de coligação celebrado com o PSD pode estender-se às próximas eleições autárquicas no arquipélago. “Acho que é possível e já falamos sobre isso”, referiu Rui Barreto numa entrevista à agência Lusa a propósito dos primeiros 100 dias do executivo (assinalados […]
Comentários