Anturio fecha ano com 2,3 milhões de euros de volume de negócios

A empresa tem uma perspectiva de crescimento, em 2019, de 20%. A Anturio vai ainda apostar no mercado de Espanha com a abertura de um escritório em Madrid.

A Anturio, empresa com sede no Funchal e que actua no sector das tecnologias da informação, fechou 2018 com 2,3 milhões de euros de volume de negócios, um crescimento de 33%, superando a meta dos 20% estabelecida.

Para 2019 a expectativa é que a Anturio volte ao crescimento tendo uma meta fixada de 20%. Um dos objectivos da empresa passa ainda pela aposta em recursos humanos, e também no mercado espanhol, com a abertura de um escritório em Madrid.

“Tivemos um crescimento de 300 por cento na Madeira e um reforço da equipa no centro de Portugal Continental”, referiu Duarte Miguel Freitas, CEO da Anturio.

Entre os segredos para este crescimento “natural e sustentado”, em 2018, acrescentou o CEO, esteve uma “aposta clara” nas pessoas.

A abertura do escritório em Madrid, deve acontecer este mês. “Esperamos fazer crescer a nossa quota internacional com esta nova incursão. Este ano, a aposta irá centrar-se em Espanha, mas estamos sempre em conversações para novas oportunidades”, sublinha o CEO da empresa.

Duarte Freitas diz ainda que estão previstas 8 contratações que poderão ser ajustadas consoantes o crescimento das várias áreas da empresa.

Ler mais
Recomendadas

Madeira: Secretaria Regional do Mar promove Encontro do Mar em novembro

Mafalda Freitas vincou a dimensão da Zona Económica Exclusiva da Madeira (ZEE), com uma área superior a mais de 440 mil metros quadrados. “O número pode não dizer muito, mas já é diferente se dissermos que é uma ZEE superior à da Bélgica, Chipre, Alemanha e Suécia juntos”, sublinhou.

Funchal dinamiza terceira edição de festival de Fado de 29 de setembro a 4 de outubro

O Fado Funchal vai ter lugar em vários palcos da cidade, nomeadamente no Parque de Santa Catarina, no Teatro Municipal Baltazar Dias e no Largo da Capela do Corpo Santo.

Madeira: Número de postos de trabalho na Administração Regional cresce no segundo trimestre

Em abril de 2020, a remuneração base média mensal na ARM foi de 1.529,3 euros, tendo crescido 7,5% em termos homólogos, enquanto o ganho médio mensal (que corresponde ao agregado das remunerações de base, prémios, subsídios ou suplementos) fixou-se em 1.749,4 euros, observando-se uma variação homóloga de crescimento em 7,1%.
Comentários