APRAM estima receber 545 mil passageiros nos portos do Funchal e Porto Santo

Os dados cedidos pela Administração de Portos ao Económico Madeira apontam para uma variação positiva de 2,95% em 2017, comparativamente ao ano anterior. A Região recebeu até ao final de Dezembro 532.670 passageiros, uma subida que não se deve ao aumento das escalas mas à capacidade de transporte dos navios.

Porto do Funchal (foto: APRAM – Portos da Madeira)

A Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira (APRAM) estima receber, até ao final deste ano, 545 mil passageiros, num total de  291 escalas no porto do Funchal e 10 no Porto Santo.

O Porto do Funchal recebeu, em 2017, um total de 532.670 passageiros, num total de 286 escalas, o que representa, segundo os dados  da APRAM, uma variação positiva de 2,95% comparativamente ao ano anterior.

O maior movimento de passageiros no porto da capital madeirense não se deve ao aumento das escalas de navios, que sofreram um variação negativa da ordem dos 2,72% relativamente a 2016, mas à maior capacidade de transporte dos cruzeiros que passaram pelo Funchal.

Curiosamente, foi Outubro o mês que trouxe mais passageiros à ilha: 86.691. Dezembro, mês da passagem de ano, trouxe à Pontinha 80.998 passageiros e novembro foi o terceiro mês de maior afluência de visitantes, com um total de 79.946 passageiros.

De acordo com a APRAM, a média de passageiros em 2016 foi 1770 e de 1859 em 2017. O Porto Santo recebeu, no ano passado, 1396 passageiros repartidos por quatro escalas.

Recomendadas

Uaucacau planeia chegar a Lisboa ou Porto até final do ano

A empresa produz chocolates artesanais, com sabores típicos da Madeira, que são obtidos através de produtores regionais.

Estado quer canalizar receita dos impostos do tabaco e das bebidas açucaradas das regiões autónomas para o SNS

A proposta de OE2019 prevê uma alteração ao atual artigo do Código dos Impostos Especiais de Consumo no que se refere ao Artigo 105.º (Taxas nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira), aumentando o imposto sobre o tabaco produzido nestas regiões. As receitas serão canalizadas para o SNS. Assim como as das bebidas açucaradas.

‘Bioplatform’: plataforma de agricultura biológica quer chegar ao mercado ibérico

O Bioplatform é uma plataforma comercial quer quer servir como pólo agregador na área da agricultura biológica.
Comentários