ARM recebe três milhões de euros para subsidiar água de regadio

Em 2019 está prevista a atribuição de 2,2 milhões de euros e em 2020 mais 835 mil euros.

A Água e Resíduos da Madeira (ARM) vai receber três milhões de euros, do Governo Regional, como compensação financeira, pela subsidiação da água de regadio praticado pela empresa ao consumidor final, de acordo com resolução publicada, esta quinta-feira, em jornal oficial.

Está programado que em 2019 a ARM receba 2,2 milhões de euros de compensação financeira, enquanto que em 2020 estão programados mais 835 mil euros.

De referir que em setembro 2018 foi estabelecido um contrato-programa, entre o Governo Regional e a ARM, relativo à subsidiação do preço de venda de água para regadio.

Nessa resolução, entre outras, coisas à salientada a importância do sector agrícola no atual contexto económico, social e ambiental da região, bem como “os elevados constrangimentos” do setor, em que se inclui a “reduzida dimensão das parcelas agrícolas, a orografia, e a própria localização”, fatores que obrigam à subsidiação dos preços da água de rega para “incentivar e assegurar a rentabilidade mínima” da atividade.

Recomendadas

Albuquerque confirma ciclo de diálogo após PS ter deixado de “tentar prejudicar” Madeira

O governante destacou que já se registaram avanços no Orçamento do Estado para 2020 em matéria da clarificação do financiamento do novo hospital da Madeira e da introdução de uma taxa variável que permitiu a redução de sete milhões de euros por ano no serviço da dívida da região.

Albuquerque garante que governo PSD/CDS vai cumprir legislatura até ao fim

Para Miguel Albuquerque, este primeiro período de governação conjunta tem “corrido muito bem”, porque o executivo, “acima dos interesses partidários, põe os da população que serve”.
Comentários