ARM recebe três milhões de euros para subsidiar água de regadio

Em 2019 está prevista a atribuição de 2,2 milhões de euros e em 2020 mais 835 mil euros.

A Água e Resíduos da Madeira (ARM) vai receber três milhões de euros, do Governo Regional, como compensação financeira, pela subsidiação da água de regadio praticado pela empresa ao consumidor final, de acordo com resolução publicada, esta quinta-feira, em jornal oficial.

Está programado que em 2019 a ARM receba 2,2 milhões de euros de compensação financeira, enquanto que em 2020 estão programados mais 835 mil euros.

De referir que em setembro 2018 foi estabelecido um contrato-programa, entre o Governo Regional e a ARM, relativo à subsidiação do preço de venda de água para regadio.

Nessa resolução, entre outras, coisas à salientada a importância do sector agrícola no atual contexto económico, social e ambiental da região, bem como “os elevados constrangimentos” do setor, em que se inclui a “reduzida dimensão das parcelas agrícolas, a orografia, e a própria localização”, fatores que obrigam à subsidiação dos preços da água de rega para “incentivar e assegurar a rentabilidade mínima” da atividade.

Recomendadas

Funchal antecipa pagamentos a associações

A autarquia vai adiantar 178 mil euros a 14 associações do Funchal.

Coronavírus: saiba quais são as atividades essenciais na Madeira

Entre as atividades consideradas essenciais estão: atividades de distribuição de energia elétrica e de produtos petrolíferos; serviços de produção e distribuição de água.

Coronavírus: Madeira chega aos 40 casos positivos

Já foram identificados 214 casos suspeitos. Existem 792 pessoas em vigilância ativa.
Comentários