As 10 empresas mais admiradas do mundo

A revista de negócios norte-americana Fortune fez um estudo acerca das companhias mais admiradas do planeta.

Ao analisar critérios como a inovação, a gestão de pessoas, o uso de ativos corporativos, a responsabilidade social, a qualidade de gestão, a solidez financeira, o valor do investimento a longo prazo, a qualidade dos produtos/serviços e a competitividade, a Fortune elaborou uma lista sobre as empresas mais admiradas do mundo.

Conheça o ‘ranking’ das empresas

1. Apple
A gigante tecnológica já lidera a lista há muitos anos consecutivos, e não é de admirar que esteja no topo do ranking das empresas mais admiradas do mundo

2. Amazon
A empresa tem apostado em várias áreas diferentes além do e-commerce, como a produção de programas televisivos e serviços cloud. Claramente, a estratégia tem resultado.

3. Berkshire Hathaway
A Berkshire Hathaway é liderada pelo magnata Warren Buffet e gere empresas subsidiárias,. É dona de algumas empresas, e tem também porções minoritárias em grandes empresas como a IBM e a Coca-Cola.

4. Walt Disney
A Disney continua a subir no ranking graças ao incrível sucesso que tem tido nos últimos anos. Já faz muitas crianças felizes há décadas, e continua a fazê-lo, e bem.

5. Starbucks
A Starbucks eleva a fasquia dos cafés que tomamos todos os dias, tanto através da qualidade como da quantidade. Com mais de 20 mil lojas e 170 mil empregados em todo o mundo

6. Microsoft
Há dois aspetos chave no passado e no futuro da Microsoft: a sua visão da tecnologia e os valores pelos quais rege, diariamente, a sua atividade enquanto empresa e que orientam o relacionamento com clientes, parceiros e funcionários.

7. Alphabet
A empresa subsidiária da Google perde alguns pontos relativamente à Apple em termos de inovação e qualidade, entre outros.

8. Netflix
É um serviço de streaming que permite aos clientes verem uma variedade de séries de televisão, filmes e documentários premiados e mais em milhares de dispositivos ligados à internet.

9. JPMorgan Chase
Instituição líder mundial em serviços financeiros e uma das maiores empresas do mundo. Opera em mais de 100 países.

10. Southwest Airlines
A Southwest Airlines é a empresa que revolucionou a forma como viajamos no meio das nuvens, através da introdução do modelo low cost. Depois disto, nunca deixou realmente de ser admirada pelos seus passageiros graças às suas qualidades.

Ler mais
Relacionadas

Apple exige fim da instalação nos Iphones de aplicações que espiam utilizador

As condições de utilização da App Store, a loja online da Apple, “exige que as apps solicitem a autorização dos utilizadores e lhes digam de forma clara e visível quando registam, carregam ou conservam, de uma maneira ou outra, a atividade do utilizador”, indicou a gigante tecnológica.

Amazon: uma fortaleza inexpugnável

Nada parece fazer estremecer a Amazon que, ao longo do tempo, de transformou numa fortaleza inexpugnável. O preço das ações sobe há dez sessões consecutivas, desde o dia 20 de agosto, tendo valorizado 8,7%. A estratégia de Bezos em abdicar dos lucros de curto-prazo para se concentrar no crescimento sustentado de longo-prazo começa, finalmente, a dar resultados.

Onde investem os mais ricos do mundo?

Quem quiser enriquecer pela gestão de ativos tem duas opções: segue regras bem definidas, ou ‘copia’ os investidores com provas dadas. Aqui ficam preciosas dicas para as duas vertentes.
Recomendadas

Turcos do grupo Yilport querem Leixões perto da capacidade de Sines

Robert Yildirim, patrão do operador portuário Yilport – o segundo maior europeu -, vai aumentar a capacidade do terminal sul de Leixões para 670 mil TEU e quer ter um milhão de TEU no terminal norte.

Trabalhadores do Montepio temem que instabilidade se reflita nos resultados anuais

A Comissão de Trabalhadores refere-se às “sucessivas alterações” nos órgãos sociais do Banco Montepio. Os trabalhadores queixam-se ainda do modelo de progressão de carreiras e querem ser envolvidos no Plano de Transformação anunciado por Carlos Tavares.

CMVM, Banco de Portugal e ASF na nova autoridade de resolução

A reforma da supervisão financeira inclui a criação de uma autoridade de resolução bancária que vai ter na administração dois membros do BdP, um da CMVM, um da ASF e um quinto, que virá de fora.
Comentários