PremiumAsiáticos dominam apostas desportivas em Portugal

BetClic reconhece preocupação do setor com apostas estrangeiras e que estas podem levantar alarme sobre resultados combinados. Contudo, a empresa realça que não permite apostas a apostadores que não estejam registados em Portugal.

As competições de futebol em Portugal têm cativado os apostadores da Ásia a investir o seu dinheiro nas competições portuguesas. Um fenómeno que pode vir a crescer no futuro, tal como explica ao Jornal Económico, Miguel Domingues, diretor de Comunicação da Betclic Portugal, plataforma que, no entanto, não permite apostas a apostadores que não estejam registados em Portugal.

Na última época foram gastos 10,6 mil milhões em apostas de utilizadores asiáticos nas competições de futebol em Portugal, 6,5 mil milhões dos quais de apostadores chineses. A que se deve o volume financeiro de apostas daquele mercado?
Sentimos que nos últimos anos o aumento do número de jogadores portugueses de renome a atuar no estrangeiro, bem como o crescimento da liga portuguesa, contribuíram para o aumento de interesse em Portugal e, por conseguinte, no crescimento do volume de apostas.

Jogadores como Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva e João Cancelo, entre outros, podem influenciar a perceção que se tem lá fora dos clubes portugueses. No caso dos apostadores chineses, também importa realçar que há cerca de dois anos, a segunda liga chamava-se Ledman Pro, um patrocinador chinês que poderá ter contribuído para a mediatização das competições portuguesas entre os apostadores chineses.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

FPF e Liga de clubes firmam acordo para centralizar direitos televisivos até 2027/28

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) assinaram na terça-feira um memorando de entendimento para concretizarem a centralização dos direitos televisivos até 2027/28, anunciaram esta quarta-feira os dois organismos.

FC Barcelona é o clube mais rico do mundo. SL Benfica é o único clube português presente no top 30

A liderar a lista dos mais ricos continua os catalães do FC Barcelona, cuja receita em 2019/2020 ascendeu aos 715 milhões de euros. O valor compara com os 840 milhões observados na época anterior.

“Jogo Económico”: “Cerca de 240 clubes em Lisboa têm a atividade paralisada. É uma catástrofe”

Nuno Lobo, presidente da Associação de Futebol de Lisboa esteve na última edição do programa “Jogo Económico”, da plataforma multimédia JE TV, e traçou um cenário impressionante daquele que é o impacto da Covid-19 nos clubes lisboetas.
Comentários