Atividade pandémica com tendência “estável a decrescente” a nível nacional, mas Norte e Alentejo mantêm R(t) acima de 1

A tendência estável a decrescente que se começa a verificar a nível nacional não é transversal a todas as regiões, com o Norte e o Alentejo a manterem uma atividade epidemiológica crescente. Em Lisboa e Vale do Tejo foi já ultrapassado o limite regional de internados Covid-19.

Eduardo Lopes/Lusa

A atividade pandémica em Portugal começa a dar sinais de uma tendência “estável a decrescente”, segundo o relatório de monitorização das linhas vermelhas Covid-19 das autoridades de saúde nacionais. Ainda assim, esta avaliação não é transversal a todo o território e a incidência elevada da doença significa que se mantém a previsão de um aumento dos óbitos e internamentos nas próximas semanas.

As regiões onde se mantém uma atividade epidémica crescente são o Norte e o Alentejo, onde os riscos de transmissão de acima de 1,0 não traduzem a tendência estável a decrescente que se verifica para o resto do país. Numa análise nacional, o R(t) está agora nos 0,98.

Em termos de incidência, os limites máximos de 240 casos por 100 mil habitantes, numa média acumulada de 14 dias, também estão ultrapassados a nível nacional e nas regiões Norte, Lisboa e Vale do Tejo (LVT), Alentejo e Algarve. O relatório destaca mesmo a incidência registada no Algarve, que vai já em 869 casos por 100 mil habitantes.

Ainda assim, e dado o aumento do número de camas Covid-19 ocupadas nos hospitais, que se situam agora a 82% do limite definido pelo Governo, a zona onde o limiar regional de internamentos foi já ultrapassada é a de LVT.

Pela positiva, a proporção de testes positivos e de infeções notificadas com atraso tem vindo a diminuir e mantém-se abaixo dos limites traçados pelas autoridades de saúde para a gestão da pandemia. Simultaneamente, 92% dos casos de infeção foram isolados em menos de 24 horas após a notificação e, no mesmo período, foram rastreados e isolados os contactos de 75% dos infetados.

Recomendadas

Covid-19: 180 mil professores e trabalhadores não docentes testados nas escolas

Segundo o Ministério da Educação, teve início esta segunda-feira, 20 de setembro, a segunda fase da operação de testagem que se prolonga até 1 de outubro e envolve os alunos do ensino secundário, seguindo-se os alunos do 3.º ciclo.

Portugal com mais 306 casos de Covid-19 e sete mortes

Boletim da DGS dá esta segunda-feira conta de mais 604 pessoas recuperadas da doença causada pelo vírus SARS-CoV-2.

“PRR na campanha autárquica? É gravíssimo e só demonstra a falta de vergonha do PS”, considera candidato da IL a Lisboa

Na última edição do programa “Primeira Pessoa, da plataforma multimédia JE TV, Bruno Horta Soares considerou “gravíssima” a entrada do Plano de Recuperação e Resiliência na campanha eleitoral, algo que no entender deste consultor, “só demonstra a falta de vergonha” dos socialistas.
Comentários