Ativistas angolanos escrevem a Isabel dos Santos: “Belinha, sai só”; “Irmã, como te sentes por teres sido despedida?”

Luaty Beirão e jornalista Rafael Marques reagiram à exoneração da filha do ex-presidente angolano.

Ao 50º dia como presidente de Angola, João Lourenço retirou da liderança da Sonangol e a gestão do canal público de televisão os filhos do ex-chefe de Estado, José Eduardo dos Santos. As medidas do novo governante não foram indiferentes aos ativistas locais, que opinaram sobre esta brecha no império dos Santos. O jornalista de investigação e ativista político Rafael Marques voltou a publicar na rede social Twitter uma carta aberta dirigida a Isabel dos Santos e que tinha sido tornada pública a 11 de novembro, no website Maka Angola. Rafael Marques é pragmático no título, mesmo antes de saber da exoneração:” Belinha, sai só”.

“Escrevo-te para refletir contigo sobre o momento de mudança em curso em Angola e o involuntário e ingrato papel que te cabe: o de bode expiatório da corrupção generalizada e da arrogância do poder”, denuncia o jornalista, respondendo às críticas que Isabel dos Santos lhe chegou a fazer, quando o apelidava de “Rafaelzinho”.

“Belinha,[Isabel dos Santos] a novidade agora é o João Lourenço. É o que está a bater. Dentro do MPLA quer-se a consagração absoluta de João Lourenço. Os agitadores querem a transferência dos poderes absolutos que o teu pai tinha e que lhe permitiam fazer de nós, pobres angolanos, meros instrumentos do seu poder. Todos esses poderes são agora desejados nas mãos de João Lourenço.

Passei muitos anos, armado apenas com o meu computador, com papéis e com canetas, a denunciar os excessos e os abusos monárquicos do teu pai. Não quero passar mais anos a fio a combater os poderes absolutos, sem freios nem contrapesos, que os do MPLA e o povo incauto querem colocar nas mãos de João Lourenço. Quero realizar o sonho de ir fazer a minha lavra em Malanje e reformar-me por lá, em paz e ligado à Internet. Mas antes quero também realizar o meu sonho de ver este povo livre, solidário no exercício da cidadania, exigente na afirmação da democracia, da transparência e da boa governação. Quero ver este povo a ser bem educado e encaminhado para o desenvolvimento humano. É uma questão de consciência. Por isso, peço a tua atenção” – Rafael Marques

O ativista luso-angolano Luaty Beirão também escolheu o Twitter para opinar sobre as mudanças que o presidente fez. Dirigindo-se diretamente a Isabel dos Santos, visivelmente surpreendido, escreveu: “Porra, sai uma marcha de apoio? Tou malaike [maluco]. O kota rebentou o ninho de marimbondos. [Isabel dos Santos], como te sentes nesta exoneração inaugural?”. “Olá, irmã com uma grande inteligência, como é que te sentes por teres sido despedida? É melhor que te comeces a habituar”, voltou a tweetar, desta vez em Inglês.

https://twitter.com/LuatyBeirao/status/930788179673862145

João Lourenço exonerou ontem a filha do ex-presidente angolano Isabel dos Santos do cargo de presidente do conselho de administração da Sonangol, nomeando para o seu lugar Carlos Saturnino, de acordo com a informação avançada à Lusa. A Casa Civil do Presidente da República anunciou ainda a exoneração de Carlos Saturnino do cargo de secretário de Estado dos Petróleos, para ocupar a liderança da petrolífera estatal.

 

Ler mais
Relacionadas

Chefe de Estado “testou limites do seu poder” ao exonerar Isabel dos Santos

O académico e investigador angolano Jonuel Gonçalves considera que a exoneração de Isabel dos Santos da administração da Sonangol é um “teste aos limites do poder” do novo Presidente de Angola, João Lourenço.

Isabel dos Santos: Como a empresária se tornou a mulher mais rica de África em 19 anos

Dona de um império internacional que se estende da banca às telecomunicações, passando pelo cimento e pelo petróleo, Isabel dos Santos é considerada a mulher mais rica de África, com uma fortuna estimada em 3,4 mil milhões de dólares.

Sonangol perdeu um ano e meio de gestão com Isabel dos Santos, diz especialista

O especialista em petróleos do Centro de Estudos e Investigação Científica (CEIC) de Angola José Oliveira admitiu hoje que a exoneração de Isabel dos Santos na Sonangol era esperada e que a petrolífera “perdeu” um ano e meio de gestão.
Recomendadas

Angela Merkel e Boris Johnson consideram prematuro regresso da Rússia ao G7

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disseram esta quarta-feira em Berlim ser prematuro considerar o regresso da Rússia ao G7, uma ideia avançada pelo Presidente norte-americano, Donald Trump.

Oposição venezuelana anuncia nova fase de mais pressão contra o regime

O presidente do parlamento venezuelano, Juan Guaidó, disse esta quarta-feira que a oposição tem mantido conversações com o governo dos Estados Unidos e anunciou que chegou o momento de pressionar mais o regime liderado por Nicolás Maduro.

António Guterres participa na cimeira do G7 e intervém sobre biodiversidade e oceanos

O secretário-geral das Nações Unidas vai participar na cimeira do G7, seguindo depois para uma conferência sobre o desenvolvimento africano, no Japão, e ficará três dias na República Democrática do Congo para mobilizar apoio contra a epidemia de Ébola.
Comentários