Aumento da inflação não afeta Wall Street

A inflação nos Estados Unidos registou um aumento de 5% nos últimos 12 meses, superando as estimativas dos analistas que apontavam para um aumento na ordem dos 4,7%.

Reuters

A bolsa de Nova Iorque abriu a sessão desta quinta-feira, 10 de junho, em terreno positivo apesar do maior aumento da inflação nos Estados Unidos desde o mês de agosto de 2008.

No início da sessão, o S&P 500 sobe 0,35%, para 4,234.41 pontos, o tecnológico Nasdaq valoriza 0,05%, para 13,918.56 pontos, e o industrial Dow Jones cresce 0,35%, para 4,234.16 pontos.

A inflação nos Estados Unidos registou um aumento de 5% nos últimos 12 meses, superando as estimativas dos analistas que apontavam para um aumento na ordem dos 4,7%. Em termos mensais, a inflação norte-americana apresentou uma subida de 0,6%, ficando assim ligeiramente abaixo dos 0,8% observados em abril.

“Ainda não vimos o pico da inflação, mas isso deve ocorrer no trimestre atual, embora as pressões existentes devam manter o ritmo ano a ano elevado para o restante de 2021”, refere Sam Bullard, economista sénior do Wells Fargo. O responsável acredita que “a inflação desacelere de forma mais perceptível na segunda metade de 2022.

A marcar o dia estão também os pedidos de subsídio de desemprego no país que foram de 376 mil na semana terminada a 5 de junho, em comparação com os 385 mil pedidos da semana anterior, sendo o nível mais baixo desde meados de março de 2020.

Recomendadas

PremiumBolsas europeias renovaram máximos históricos

A última quinzena de maio e o início de junho trouxeram renovação de máximos na Europa, mas em Wall Street já se começa a ver a lateralização.

Wall Street fecha semana no ‘verde’ com recorde do S&P 500

As tecnológicas destacaram-se nesta sessão. Já a Tesla deslizou 0,07% para 609,71 dólares pouco depois de ter revelado o seu novo modelo S Plaid, uma versão de ponta do sedan desportivo.

Portugal regressa aos mercados na próxima quarta-feira

A 16 de junho haverá dois leilões de linhas de Bilhetes do Tesouro, a três e 11 meses, e um montante indicativo entre 1.000 e 1.250 milhões de euros.
Comentários