Banco Best já tem uma assistente digital a atender os clientes que se chama BEA

A BEA Best Electronic Assistant é assim um chatbot, assente em inteligência artificial, que responde às questões dos utilizadores sobre produtos e serviços. “A digitalização e a inovação fazem parte do ADN do Banco Best”, recorda Madalena Torres, CEO do Best.

A nova assistente do Banco Best  é um chatbot e chama-se BEA. O que é um chatbot?  É um programa de computador que tenta simular um ser humano na conversação com as pessoas.

A BEA Best Electronic Assistant é assim um chatbot, assente em inteligência artificial, que responde às questões dos utilizadores sobre produtos e serviços. “Com personalidade, fala com os Clientes num tom descontraído para tornar a experiência bancária mais interessante”, diz o banco digital do Novo Banco.

“A digitalização e a inovação fazem parte do ADN do Banco Best. A disponibilização da BEA Best Electronic Assistant, a nova assistente digital do Best, é o reflexo desse posicionamento de vanguarda e significa um passo à frente na oferta de soluções inovadoras que simplificam o acesso à informação por parte dos utilizadores e clientes”, destaca Madalena Torres, CEO do Best.

Esta nova ferramenta já está disponível no Website do Banco Best, bastando clicar no canto inferior direito “A Bea responde” para iniciar uma conversa e começar a tirar dúvidas sobre produtos e serviços do Banco.

Recomendadas

BdP recebeu 3.314 pedidos de autorização para a atividade de intermediário de crédito

Os intermediários de crédito autorizados a exercer atividade em Portugal constam da lista publicada pelo BdP, que divulga semanalmente informações sobre pedidos de pessoas singulares ou coletivas.

Factoring cresceu 13,2% e Leasing sobe 8,8% até setembro

O Factoring cresceu 13,2% para um valor de produção de 22 mil milhões, até setembro e o setor do Leasing terminou os primeiros nove meses de 2018 com crescimento, em particular na Locação Mobiliária, que apresentou um aumento estimado de 8,8%, correspondendo a um valor de produção de quase 1,7 mil milhões de euros.

BES. Solução para sucursais exteriores pode abranger cerca de 300 pessoas

Em declarações à Lusa, António Borges, presidente da direção da entidade, congratulou-se por, “finalmente, o Governo ter enquadrado os restantes lesados numa solução”, depois de um comunicado do gabinete do primeiro-ministro ter revelado que o Governo propôs às associações de lesados das sucursais exteriores do BES uma solução semelhante à do Banif, que prevê a delimitação de lesados não qualificados com vista à criação de fundo de recuperação.
Comentários