BCP, CTT, Jerónimo Martins e EDP pressionam PSI 20

Na bolsa portuguesa, nove empresas cotadas valorizam, quatro desvalorizam e cinco negoceiam sem variação. Em terreno positivo, destaque para a Altri, que acelera 3,01%, para 6,33 euros.

O principal índice bolsista português recua 0,02%, para 5.306,92 pontos, numa altura em que as principais congéneres não registam “movimentos expressivos”, segundo o Mtrder do Millennium BCP, Ramiro Loureiro, esta segunda-feira, 20 de janeiro.

Na bolsa portuguesa, nove empresas cotadas valorizam, quatro desvalorizam e cinco negoceiam sem variação. O PSI 20 é pressionado pelas perdas do BCP (-1,61%), dos CTT (-0,49%), da Jerónimo Martins (-0,38%) e da EDP (-0,22%).

A quebra da Jerónimo Martins destaca-se, depois de ter sido comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários que a BlackRock passou a deter 2% do capital social da retalhista liderada por Pedro Soares dos Santos, ficando assim com 2% dos direitos dos votos na assembleia geral de acionistas.

Em terreno positivo, destaque para a Altri, que acelera 3,01%, para 6,33 euros. Dois dos administradores da papeleira reforçaram a sua posição na empresa. Pedro Miguel Matos Borges de Oliveira comprou 302.622 mil ações a um preço unitário médio de 5,7942 euros, enquanto Paulo Jorge dos Santos Fernandes adquiriu 187 mil ações a um preço unitário médio de 5,8953 euros.

A aquisição de Santos Fernandes foi realizada através da empresa Actium Capital, que passa agora a deter 26.416.874 ações representativas de 12,88% do capital social e dos direitos de voto da Altri.

A Sonae também é nota de destaque na sessão de hoje, depois de ter sido comunicado ao mercado que o Norges Bank, o maior fundo soberano do mundo, passou a deter 2,02% do capital social e dos direitos de voto da retalhista. A posição anterior do Norges Bank era de 1,98%.

Ler mais

Recomendadas

Cautela volta a dominar Wall Street antes do fim de semana

Por ora, a grande incógnita é saber se os danos colaterais se irão estender para o segundo trimestre.

Wall Street fecha em queda depois de dados fracos no setor terciário

Os investidores aguardavam pelos dados preliminares do PMI serviços e indústria dos EUA e estes desiludiram. Os índices de Wall Street caíram na última sessão da semana.

Nos cai mais de 7% e arrasta PSI-20. Bolsas da Europa fecham semana em queda

A atividade na Zona Euro teve um registo surpreendente em fevereiro. Mas não chegou para animar os investidores. Em Lisboa a queda aparatosa da NOS contrasta com a subida da Jerónimo Martins e da Novabase. O BCP caiu depois de apresentar contas.
Comentários