Bernie Sanders confirma desistência: “Hoje suspendo a minha campanha. Foi uma decisão dolorosa”

Por ser o único candidato democrata que se mantém na corrida, o senador do Vermont assumiu o seu apoio a Joe Biden, que caracterizou como “um homem decente”.

Num vídeo publicado no Twitter, Bernie Sanders anunciou, tal como a imprensa norte-americana avançava, a suspensão da campanha. “Hoje suspendo a minha campanha. Notem que não tomei esta decisão de ânimo leve e que foi de facto uma decisão dolorosa”, diz o ex-candidato pelos democratas.

Ainda assim, o agora ex-candidato de 78 anos afirma que, embora a campanha tenha chegado ao fim, o movimento e a luta “pela justiça continua”.

Por ser o único candidato democrata que se mantém na corrida, o senador do Vermont assumiu o seu apoio a Joe Biden, que caracterizou como “um homem decente” e disse que iriam trabalhar em conjunto para que as “ideias progressivas andem para a frente”.

“Vamos continuar a tentar derrotar Donald Trump”, referiu no discurso de adeus.

No início do discurso expressou gratidão por toda a ajuda que conseguiu para a criação de “uma campanha política sem precedentes, que teve um impacto profundo na mudança da nossa nação”, agradecendo aos “voluntários que bateram às portas, do frio do Wisconsin ao calor do Nevada, e em muitos outros estados do país”, além de agradecer a quem contribuiu financeiramente para “uma campanha sem corrupção”.

Alexandria Ocasio-Cortez, uma das grandes apoiantes políticas de Sanders devido às apostas ambientais do senador para a campanha, agradeceu a candidatura de Bernie à presidência. “Obrigado Bernie, por fazeres o teu melhor para lutar por todos nós, desde o início, durante toda a tua vida”.

“Obrigado pelas lutas duras e solitárias em verdadeira devoção ao movimento do povo dos Estados Unidos da América. Obrigado pela tua liderança, orientação e exemplo”, lê-se na publicação de Ocasio-Cortez.

Donald Trump dá graças a Elizabeth Warren

A antiga candidata às eleições presidenciais de 2020, Elizabeth Warren, desistiu a campanha no passado dia 5 de março, mas nem por isso Donald Trump lhe deixa de agradecer.

“Bernie Sanders está fora! Obrigado Elizabeth Warren”, lê-se no Twitter do presidente dos Estados Unidos. “Se não fosse ela, o Bernie teria ganho em quase todos os estados na ‘Super terça-feira’. “Isto acabou tal como os democratas e o Comité Nacional dos Democratas queria, o mesmo fiasco de Crooked Hillary [Clinton]”.

“As pessoas que apoiaram o Bernie deveriam vir para o Partido Republicano”, escreveu Trump na rede social.

Ler mais
Recomendadas

PremiumTrump volta à melhor forma com crise racial a somar-se à de saúde

No limite, os confrontos por causa da morte de George Floyd vão fazer com que o presidente consiga provar aos norte-americanos que, como a resposta à pandemia, tudo não é mais que um ‘complot’ dos democratas

Alemanha com mais 407 casos e 33 mortes nas últimas 24 horas

As regiões do país com mais incidência cumulativa de casos são Bavária, Bade-Vurtemberga, Hamburgo e Sarre.

UNICEF avisa que dez milhões de crianças moçambicanas arriscam “pobreza mais extrema”

A declaração faz parte de um conjunto de análises publicadas por aquela agência da ONU entre o Dia da Criança, a 01 de junho, e o Dia da Criança Africana, celebrado a 16 de junho.
Comentários