Binter espera retomar voos entre o Funchal e o Porto Santo “o mais rapidamente possível”

A transportadora está ainda a estudar a viabilidade de estabelecer um corredor turístico entre as ilhas Canárias e a Madeira.

A companhia aérea Binter inaugurou em junho os voos entre as ilhas do arquipélago da Madeira, com o com o tradicional arco de água de “batismo” protagonizado pelos bombeiros locais.

A transportadora aérea Binter referiu em comunicado enviado às redações que embora tenha cancelado a programação das suas rotas internacionais até ao início da época de Inverno (finais do mês de outubro), espera poder retomar a operação entre o Funchal e o Porto Santo “o mais rapidamente possível”.

“A empresa pretende voltar a fazer ligação destas duas ilhas do Arquipélago da Madeira em breve, como tinha vindo a fazer até à súbita chegada da pandemia provocada pela Covid-19, que obrigou todos os países do mundo a cancelar as ligações aéreas, marítimas e terrestres entre territórios”, afirmou.

Desta forma, a companhia aérea lamenta os transtornos que esta situação tenha causado à população residente no Porto Santo, e reforça o compromisso para com a Região e para com a continuidade da rota.

“A empresa mantém-se em contacto com o Governo Regional da Madeira e o Governo de Portugal a fim de determinar as condições que permitam retomar a operação dos voos”, disse, salientando que reabrirão a rota assim que as autoridades tiverem especificado os requesitos de declaração de interesse público para a rota, bem como os requisitos sanitários aplicáveis às tripulações e mecânicos pela Covid-19.

“A Binter informa que se mantém em contacto com as autoridades competentes do Governo Regional da Madeira e do Governo da República para poder esclarecer e especificar os requisitos específicos exigidos pela Autoridade Regional de Saúde, em relação à declaração de interesse público da rota e aos protocolos de controlo e prevenção a implementar com as tripulações das aeronaves e os mecânicos que terão de se deslocar à Madeira para reiniciar a operação dos voos”, sublinha.

De igual modo, a Binter realça que está a colaborar com os Governos das Canárias e da Madeira para promover um estudo que constate a viabilidade de estabelecer um corredor turístico seguro entre ambos arquipélagos para o verão, no âmbito da acção recentemente definida pela União Europeia.

Ler mais
Recomendadas

Câmara do Funchal investe 25 mil euros a arranjar passeios e calçadas

A Autarquia tem vindo a desenvolver um trabalho de identificação e melhoria das condições de acessibilidade no domínio do espaço público municipal.

Miguel Albuquerque: “Não posso estar à espera do Orçamento Retificativo”

“Eu neste momento tenho de garantir liquidez e apoio às famílias da Madeira”, disse este sábado o presidente do Governo regional.

Atividades turísticas na Madeira só retomam a normalidade em setembro

Para as embarcações com lotação até 60 passageiros é admitida a ocupação até 70% da sua capacidade, até ao final do próximo mês de junho, 90% durante o mês de julho, e sem qualquer restrição de lotação, a partir do mês de agosto do corrente ano.
Comentários