Black Friday: 15 grandes descontos para ir hoje às compras

De 10 até 50%. Conheça alguns dos melhores preços em artigos de tecnologia, vestuário ou até viagens.

REUTERS/Henry Romero

Fnac

Livros, Música e Filmes e Séries Tv, Smartphones e Telemóveis, Computadores Portáteis, Consolas e Videojogos, Jogos e Brinquedos, Instrumentos Musicais, a empresa anuncia que vão estar com descontos.

Media Markt

Até 26 de novembro, os preços dos eletrónicos e eletrodomésticos emagrecem. As promoções abrangem vários produtos, de telemóveis a máquinas de lavar e consolas.

Rádio Popular

Faz desconto direto até 50% A empresa deixa a dica: “prepare-se para a corrida aos descontos”.

Amazon

A gigante do retalho arrancou a semana com as habituais ofertas flash a que os clientes prime que podem aceder previamente e receber “com envio rápido e gratuito”.

Zara

Oferece 20% a retalhista do grupo Inditex está a oferecer um desconto de 20% tanto nas lojas físicas como no site.

El Corte Inglés

A empresa espanhola vai cortar em metade os preços dos artigos de moda, tecnologia, casa e puericultura

Continente
Há descontos em artigos selecionados, mas apenas na loja online. Além disso, os brinquedos estão 30% mais baratos.

Toys R Us

Desconto até 50%. Na loja de brinquedos há “milhares de produtos” com descontos até 50%. Está tudo no mais recente catálogo, válido até domingo.

eDreams

Há descontos em viagens, voos e estadas e também para pacotes de voo + hotel.  Na edição do ano passado, os destinos mais escolhidos pelos portugueses nesta campanha foram Paris, Londres e Porto.

MB WAY

Oferece 10% de desconto adicional sobre o valor final da compra online realizada nos comerciantes aderentes à campanha, até um valor acumulado de 500 euros nas várias lojas.

Top Atlântico

A agência de viagens também decidiu assinalar a data com várias promoções para o Ano Novo, neve e verão de 2018. Tudo válido entre 24 e 27 de novembro. Vai haver hotéis para escapadinhas em Portugal com um desconto quatro noites por três.

Abreu

O catálogo já está disponível online, e tem propostas para quase todas as partes do mundo. Albufeira, Madrid, Londres, Paris, Roma ou viagens de Ano Novo vão estar com preços mais baixos.

TAP

Este fim de semana, a transportadora aérea portuguesa vai dar pelo menos 20 euros por passageiro na reserva de qualquer voo, em troca de 200 milhas

Vila Galé

Clientes que reservem um mínimo de sete noites consecutivas com pequeno-almoço têm acesso a 20% de desconto, nas suas estadias nos hotéis Vila Galé Náutico (Armação de Pêra), Vila Galé Tavira, Vila Galé Albacora (Tavira) e Vila Galé Santa Cruz (Madeira).

SushiCorner

O restaurante nos Armazéns do Chiado em Lisboa, oferece 10% de desconto para pedidos entre 12h00 e 19h30 e 20% entre as 19h30 e a meia-noite.

Como aproveitar o Black Friday sem endividar-se

Hoje é um dos dias mais comerciais do ano, o Black Friday, e a Intrum Justitia, multinacional especializada em serviços de gestão de crédito, divulga algumas dicas para controlo das finanças pessoais.

Estabelecer prioridades: Recomenda-se que faça uma pesquisa de todas as alternativas, produto por produto, especialmente as tecnológicas. Os computadores, televisores, smartphones ou tablets tornam-se os verdadeiros reis do Black Friday acumulando os maiores descontos. No entanto, um desconto não é sinónimo de “pechincha” se não precisarmos desse produto no curto prazo. Assim, recomenda-se levar em consideração as reais necessidades antes de optar pela compra de qualquer dispositivo

Comparar: Alguns dias antes do Black Friday algumas lojas sobem os preços para que os possam voltar a baixar e assim simular uma descida no preço. Convém fazer uma comparação prévia do preço dos produtos para comprar somente aquele que realmente interessa.

Os descontos continuam: Dias depois, na Segunda-Feira, há novamente um dia de descontos especiais. Com o Cyber Monday o entusiasmo pelas compras com descontos regressa em força, mas agora na Internet. Por isso, recomendamos que seja cauteloso e mantenha a calma, compare a qualidade e avalie se é o momento ideal para realizar a compra ou, se pelo contrário, será melhor deixar para mais tarde.

Conservar o talão de compra: Conheça as condições de devolução dos produtos de cada loja e saiba como se faz a devolução do valor da compra em caso de devolução do produto. Esta é a chave antes de comprar qualquer coisa e, desta forma, evitará que o dinheiro acabe num cheque-prenda e apenas possa ser usado na loja. No entanto, esta não é a única razão pela qual deve manter o talão de compra, sem ele é impossível por exemplo, reclamar um valor que não corresponda à promoção do desconto referido no produto ou obter uma oferta que acompanha a compra.

O Pai Natal veste-se de preto

Ler mais
Relacionadas

O Pai Natal veste-se de preto

Mais de um terço dos portugueses aproveita as promoções da “Black Friday” para diminuírem gastos e conseguirem os melhores negócios na compra dos seus presentes de Natal. Conheça a história desta iniciativa, que nasceu nos Estados Unidos há cinco décadas e transformou a forma como os consumidores fazem compras.
Recomendadas

47% das PME portuguesas perdeu mais de metade do seu volume de negócios com a Covid-19, revela estudo

“O período de confinamento abalou muito significativamente a atividade económica do país, com especial incidência sobre as pequenas e médias empresas (PME), que compõem a grande maioria do tecido empresarial nacional”, refere o estudo da Sage. Os setores mais afetados foram o do turismo, da restauração, comércio por grosso, banca e seguros, imobiliário e ainda o de comércio/oficinas automóveis.

Pangea Retail prepara abertura de lojas dos seus franchisados em Portugal

Apesar da pandemia, o mercado português da moda continua a atrair investimentos. A Pangea Retail, especializada na gestão de franchisings do setor, acaba de abrir uma representação em Lisboa.

China, EUA e Alemanha vão perder cerca de 693 mil milhões em exportações este ano, estima Cosec

O estudo “Global Trade Recession confirmed, watch out for the double-whammy blow due to protectionism”, recentemente lançado pela acionista da Cosec, a Euler Hermes, conclui que os setores energético, metais e o dos serviços de transporte ligados aos fabricantes de automóveis são os mais afectados pela pandemia.
Comentários