Black Friday: Evite as fraudes e aproveites os descontos online da maneira mais segura

Apesar da Black Friday ser um dia que pode trazer-lhe grandes vantagens a nível de poupanças, sendo até uma boa altura para começar a adiantar as suas compras de natal, saiba que é também um dia em que muitos se aproveitam para tentar enganar os outros com esquemas fraudulentos. Siga estas dicas da Selectra para fazer as suas compras da maneira mais segura.

A poucos dias do maior dia de descontos do mundo, saiba que nem todos os descontos são bons e muitos deles podem até trazer-lhe grandes
dissabores. Isto porque num dia em que o grande mote é “comprar, comprar, comprar”, existem muitas pessoas que se aproveitam desta oportunidade para tentar enganar os outros com esquemas fraudulentos.

Face aos riscos, a consultora Selectra recolheu um conjunto de conselhos que deve aplicar no momento da compra durante  Black Friday de forma a manter-se se atento a todos os sinais de alarme e ter cuidados redobrados durante todo o processo de compra.

Antes da compra:

Confirme se o website é seguro

Existem muitas páginas que têm um aspeto credível, mas que na verdade não o são. Assim, deve estar atento a pequenos detalhes que o ajudam a confirmar se a página é realmente segura. Verificar se a barra de endereço é acompanhada por um cadeado é um desses exemplos, mas também pode ir mais além e analisar as políticas de privacidade do site ou ainda fazer uma pesquisa sobre este nos portais de queixa.

Evite utilizar redes de acesso público

Ao fazer a compra vai ter de fornecer dados importantes sobre si, como o seu número de telefone ou cartão de crédito, por isso o melhor é mesmo utilizar o seu próprio computador ou telemóvel para aceder a estas páginas e evitar ainda fazê-lo através de redes WiFi públicas.

Desconfie de contactos que não conhece

Já recebeu algum email ou SMS com a informação de que é o vencedor de um passatempo que não se lembra de ter participado? Não se considere já felizardo, porque é muito provável que sejam tentativa de fraude.

Antes de abrir qualquer link ou ficheiro, procure primeiro saber se conhece qual a pessoa ou empresa que os enviou.

Durante a compra:

Leia as informações e termos de venda da loja em questão

Todas as páginas de lojas online têm obrigatoriamente de apresentar informações sobre a identificação da sua empresa ou vendedor. Procure por dados como denominação social, endereço geográfico, registo comercial e número de identificação fiscal, de modo a assegurar-se mais uma vez que a loja é fidedigna.

Confirme se os valores da compra final correspondem aos que foram anunciados

Antes de fazer o pagamento, certifique-se que o valor total que lhe pedem é o mesmo que estava anunciado nos artigos. Se verificar que de facto, são valores diferentes, remova todos os produtos do carrinho e volte a incluí-los novamente. Se o erro persistir, o melhor é desistir da compra por agora e fazer uma segunda tentativa mais tarde.

Privilegie o pagamento com cartões que tenham mecanismos de segurança acrescida

Opte por efetuar o pagamento com métodos que lhe garantam alguma proteção. Existem várias opções, desde criar um cartão virtual destinado apenas aquela compra, utilizar um cartão com limite de crédito ou ainda usufruir do serviço gratuito 3D Secure. Este último usa um código numérico que lhe é enviado após cada compra realizada, o que dá uma maior segurança às suas compras online.

Depois de efetuada a compra:

Guarde a informação sobre a transação efetuada

Após ter efetuado a compra, deverá ser-lhe enviada a fatura em formato digital, no entanto aconselhável que tire uma captura de ecrã ou print screen aos dados da operação, caso esta nunca lhe chegue a ser entregue. Ter esta informação guardada é essencial para resolver qualquer problema que possa surgir.

Informe-se sobre as políticas de compra e devolução

À semelhança de algumas lojas físicas, deverá poder fazer a devolução de algum artigo no prazo estipulado de 14 dias. No entanto, existem alguns casos em que este pedido lhe pode ser negado, como em situações de defeito nos produtos com conhecimento prévio dos consumidores, por exemplo. Informe-se acerca das políticas da loja online onde fez a sua compra e verifique quais os seus direitos.

Verifique os movimentos do seu cartão regularmente

Depois de ter feito uma compra online, é ainda mais importante consultar os movimentos do seu cartão de forma recorrente. Desta forma, irá perceber rapidamente se existir algum movimento indevido e poderá comunicar imediatamente aos seu banco e autoridades para que o possam ajudar a resolver o problema.

Recomendadas

Cuidado com a manipulação de preços na Black Friday

Se pretende aproveitar a Black Friday esteja atento aos seus direitos de consumidor e seja responsável na gestão do seu dinheiro.

Black Friday. APB alerta para aumento de fraudes ‘online’ em épocas de descontos

A Associação Portuguesa de Bancos recomenda que nunca se clique em links enviados por e-mail ou SMS e se desconfie de chamadas telefónicas de desconhecidos que dizem ser do banco do utilizador.

Black Friday. Seis dicas para as marcas manterem a lealdade do cliente depois da época de promoções

Vice-presidente de vendas da tecnológica Pipedrive garante, num artigo elaborado para o Jornal Económico, que a solução para este desafio está o tipo de comunicação que a organização faz: o cliente vai ficar se essa comunicação mostrar que o compreende, sabe o que está a passar naquele momento e lhe oferece o conteúdo de que necessita.
Comentários