Bolsa do Empreendedorismo 2018 chega a Lisboa

Os participantes poderão interagir, debater e trocar ideias com representantes da Comissão Europeia, do Banco de Portugal e do Fundo Europeu de Investimento

A Representação da Comissão Europeia em Portugal organiza a ”Bolsa do Empreendedorismo 2018”, no próximo dia 15 de outubro em Lisboa.

O evento rege-se sob o lema Portugal empreendedor, um encontro com a Europa” e é de entrada livre no sentido de promover um diálogo direto e produtivo entre o ecossistema empreendedor em Portugal e as instituições, agências e redes europeias que apoiam, promovem e financiam empresas e projetos de negócio.

Os painéis irão abranger diversos temas, desde a forma como a União Europeia apoia os empreendedores e os seus projetos, a como se reflete esse apoio em Portugal, ao apoio à formação e educação no domínio do empreendedorismo até ao apoio ao arranque e desenvolvimento das ideias de negócio.

O evento contará com cerca de 40 oradores nos vários painéis, como a Chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal, Sofia Colares Alves, Kim Kreilgaard, Chefe do Gabinete do Banco Europeu de Investimento em Portugal e Grzegorz Ambroziewicz, do European Innovation Council pilot da Agência Executiva para as PMEs (EASME) da Comissão Europeia.

Ao longo do dia, os participantes terão oportunidade de interagir e trocar ideias com representantes da Comissão Europeia responsáveis pelo apoio às PME e ao empreendedorismo, responsáveis pela gestão de programas de apoio e financiamento das PME e pela animação de redes de colaboração europeias, representantes do Banco Europeu de Investimento e, ainda, responsáveis do Fundo Europeu de Investimento ou do EaSI (Programa da UE para o Emprego e a Inovação Social).

Relacionadas

Como investir em startups e pequenas empresas em expansão?

Os investidores são parceiros de negócio, mas devem ter em conta fatores como ‘break-even point’ e a ‘burn rate’ da empresa. No entanto, por vezes, começar a apoiar um projeto diferente começa mesmo em ‘casa’: fomentando o intraempreendedorismo.

Investimento em startups portuguesas de Inteligência Artificial foi de apenas 3 milhões de euros na última década

A conclusão é do estudo “Inteligência Artificial na Europa”, elaborado pela Ernst & Young (EY) para a Microsoft, que revela que uma grande parte desse montante foi investido nas portuguesas Bambu – que opera com machine learning – e Perceive 3D – cujo trabalho é em computer vision.

Aplicação para poupança de combustível dá prémio Altice de inovação à Fuel Save

Vanessa Duarte, doutoranda em Engenharia Física na Universidade de Aveiro, venceu o prémio Academia, mas também o Born From Knowledge (BfK) AWARDS, atribuído pela ANI – Agência Nacional de Inovação (ANI).
Recomendadas

IMI: se está a pagar mais do que deve tem até ao fim do ano para pedir uma nova avaliação da casa

Cálculos da DECO estimam que cerca de quatro milhões de imóveis podem estar a pagar imposto a mais porque as Finanças não atualizam automaticamente os coeficientes que determinam o valor do Imposto Municipal sobre Imóveis.

Combustíveis: Diferenças de preço entre postos podem chegar aos 25 cêntimos por litro

Escolher o posto de combustível mais barato pode garantir poupanças avultadas. Para uma família com dois automóveis, que consumam 200 litros por mês, poupar 25 cêntimos por litro significa menos 600 euros no final do ano.

Pagamentos eletrónicos não são exclusivos dos ‘millennials’

Estudo encomendado para a Mastercard Portugal demonstra que a população mais idosa portuguesa já utiliza as novas tecnologias para efetuar pagamentos. Embora não acreditem que o dinheiro em numerário vá desparecer, os mais velhos vêem na tecnologia uma ajuda a controlar as finanças pessoais.
Comentários