Bolsa de Lisboa em terreno negativo em linha com praças europeias

Novabase, Mota-Engil, CTT e BCP estão a cair mais de 1% na bolsa de Lisboa esta quinta-feira.

Justin Lane/EPA via Lusa

O índice PSI 20 está a recuar 0,28% para 4.127,97 pontos na sessão desta quinta-feira.

Lá fora, Paris desce 1,11%, Frankfurt recua 1,39% e Madrid perde 129%.

A liderar as perdas está a Novabase com um recuo de 2,05% para 3,34 euros, seguida da Mota-Engil com uma perda de 1,75% para 1,12 euros.

Segue-se os CTT que perdem 1,30% para 2,27 euros, o BCP que desce 1,03% para 0,08 euros e a Galp que recua 0,99% para 7,78 euros.

Do lado dos ganhos, a Ibersol lidera com uma subida de 8,81% para 4,20 euros, seguida da Pharol com um ganho de 1,79% para 0,10 euros.

Seguem-se a EDP Renováveis com um ganho de 0,84% para 16,74 euros, e a NOS que sobe 0,07% para 3,04 euros.

A Galp é a cotada com mais ações negociadas, num valor superior a 611 mil. Seguem-se a EDP com 499 mil ações, e a Navigator com 174 mil.

Hoje nas notícias, nos Estados Unidos vai decorrer o segundo debate, e o último, entre Donald Trump e Joe Biden, os dois candidatos às eleições presidenciais norte-americanas.

O Eurostat vai divulgar esta manhã estatísticas sobre os défices e dívidas dos países da zona euro no segundo trimestre e também sobre a segunda notificação dos procedimentos de défices excessivos em 2019.

A Comissão Europeia também vai divulgar a primeira estimativa do indicador de confiança dos consumidores na zona euro, números que remetem para o mês de outubro.

Wall Street fechou ontem no ‘vermelho’ numa altura em que os investidores esperam novidades sobre as negociações entre os democratas e a Casa Branca, que se arrastam apesar do otimismo demonstrado pela presidente da Câmara dos Representantes.

Em Wall Street, o índice industrial Dow Jones deslizou 0,35%, para os 28.210,82 pontos, o financeiro S&P 500 perdeu 0,24%, para os 3.434,72 pontos e o tecnológico Nasdaq caiu 0,28%, para os 11.484,69 pontos. Já o Russell 2000 desvalorizou 1,11%, para os 1.600,45 pontos.

 

Topo da agenda: o que vai marcar a atualidade esta quinta-feira

Ler mais

Recomendadas

Wall Street fecha mista com aumento do desemprego

A avalanche de dados macroeconómicos justifica a fraca performance da bolsa. Os dados do emprego semanal dão uma subida dos pedidos de subsídio de desemprego no país pela segunda semana consecutiva, até os 778 mil, muito pior do que o esperado pelo consenso do mercado. Isto pode deixar marcas persistentes no mercado laboral dos Estados Unidos.

CMVM tomou 22 decisões de contraordenação algumas das quais originam coimas que somam 700 mil euros

Na base das decisões da CMVM estão 11 processos relacionados com infrações por violação de deveres dos auditores; cinco processos por violação dos deveres dos intermediários financeiros; três processos por violação de deveres das entidades responsáveis pela gestão de Organismos de Investimento Colectivo; entre outros. A maioria das coimas aplicadas está suspensa.

Bolsa de Lisboa fecha com subida superior a 1%

CTT, EDP Renováveis e BCP subiram mais de 2%. As ações da tecnológica Novabase, que divulgou esta tarde ao mercado o Plano para a Igualdade de Género e Diversidade, caíram 0,61% para 3,27 euros.
Comentários