Bolsa de Lisboa segue quedas da Europa

A maioria das cotadas apresenta perdas inferiores a 1%. EDP e a Altri estão em contraciclo. “O discurso de Powell ontem à tarde parece ter arrefecido as expectativas dos investidores quanto ao ritmo de corte de juros por parte da Fed”, explica Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp.

Reuters

A bolsa portuguesa ainda começou o dia a destoar do ‘vermelho’ da Europa e a subir 0,07%, mas bastou cerca de meia hora para não resistir à conjuntura externa. A Bolsa de Lisboa está a negociar em terreno negativo ao início da manhã desta quarta-feira, 26 de junho, estando a perder 0,05% para os 5.059,95 pontos, com quedas inferiores a 1% nas cotadas que estão a desvalorizar – à exceção da Semapa, que recua 1,62%, para 12,12 euros.

Os CTT – Correios de Portugal caem 0,59%, para 2,02 euros, estando a negociar em novos mínimos. “O sentimento negativo que tem envolvido o título poderá ter sido reforçado pela notícia que uma auditoria conduzida pelo regulador tinha acusado a empresa de «inadequada repartição de gastos entre a atividade postal e a atividade bancária ao nível da rede comercial (estações de correio)», que tenderia a sobrecarregar a atividade postal em benefício da atividade bancária”, segundo os analistas do CaixaBank BPI/Research.

A penalizar o principal índice nacional está ainda a Corticeira Amorim (-0,97%, para 10,22 euros), a Jerónimo Martins (-0,60%, para 14,15 euros) ou a EDP Renováveis (-0,56%, para 8,95 euros).

Em contraciclo estão títulos como os da Galp Energia (+0,80%) ou do BCP (+0,12%). A EDP – Energias de Portugal sobe os ligeiros 0,03%, para 3,35 euros, após ter anunciado que acordou a venda por 470 milhões de euros em securitização de défice tarifário de 2019 em Portugal à Tagus.

Já a Altri – que assistiu recentemente ao reforço da participação na empresa pela Livrefluxo para os 12,11% – avança 0,51%, para 5,88%, continuando os ganhos de ontem. “O rally da ação foi em parte uma reação técnica às fortes quedas sofridas desde abril e em parte a algum interesse comprador suscitado pela atratividade do seu dividend yield (cerca de 11%)”, referem ainda os analistas do CaixaBank BPI/Research, no habitual ‘Diário de Bolsa’.

Nas restantes praças do ‘Velho Continente’, o índice alemão DAX perde 0,10%, o britânico FTSE 100 desce 0,09%, o francês CAC 40 desvaloriza 0,12%, o holandês AEX cai 0,15%, o italiano FTSE MIB perde 0,21% e o espanhol IBEX 35 recua 0,01%. O Euro Stoxx 50 está a ser marcado por uma desvalorização de 0,13%.

“Abertura em baixa das praças europeias. O discurso de Powell ontem à tarde parece ter arrefecido as expectativas dos investidores quanto ao ritmo de corte de juros por parte da Fed. Atenções estão voltadas para o encontro entre Trump e o líder chinês na cimeira do G20. O petróleo dispara perante as notas de que as reservas de crude nos Estados Unidos caíram durante a semana passada”, explica Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp.

Quanto à cotação do barril de Brent, está a somar 1,26%, para 65,09 dólares, enquanto a cotação do crude WTI sobe 1,76%, para 58,85 dólares por barril.

Ler mais

Recomendadas

Nasdaq lidera quedas em Wall Street

As tecnológicas acentuaram as perdas, nomeadamente as FAANG. A Facebook perdeu 2,48%, a Apple cedeu 0,46%, a Amazon tombou 3%, a Netflix afundou 4,23% e a Alphabet, dona da Google, caiu 1,74%. Também a Microsoft teve uma sessão negativa, desvalorizando 3,09%.

Domingos Soares de Oliveira: “não há neste momento qualquer situação oficial entre o Benfica e o treinador Jorge Jesus”

“Conforme é sabido, o nosso presidente tem uma relação pessoal com o treinador Jorge Jesus, portanto é natural que converse com o treinador, mas não não há neste momento qualquer situação oficial entre o Benfica e o treinador Jorge Jesus”, vincou Domingos Soares de Oliveira.

PSI-20 fecha em alta com a ajuda do BCP que valorizou mais de 3%

O BCP foi a estrela da sessão ao subir mais de 3%. Mas a queda da EDP, depois das notícias de que a própria empresa deverá ser constituída arguida no processo de rendas excessivas, travou a subida do PSI-20 que fechou em alta, mas abaixo das principais praças da Europa.
Comentários