Bolsa de Lisboa em terreno negativo pressionada pela EDP Renováveis

NOS e Jerónimo Martins estão a negociar em ex-dividendo a partir de hoje.

A bolsa de Lisboa está a ganhar 0,51% para 5.105,22 pontos na sessão desta terça-feira, 4 de maio.

A EDP Renováveis lidera as perdas com uma descida de 0,89% para 20,06 euros.

A liderar os ganhos está a Sonae que sobe 1,32% para 0,80 euros. Segue-se a Mota-Engil com uma subida de 1,28% para 1,417 euros.

Lá fora, Frankfurt desce 0,11%, Londres valoriza 0,76%, Paris ganha 0,40% e Madrid sobe 0,64%.

Segue-se a Navigator com uma valorização de 0,84% para 2,87 euros.

A Jerónimo Martins que sobe 0,79% para 15,24 euros, enquanto a NOS sobe 1,42% para 2,99 euros.
As duas cotadas negoceiam a partir de hoje sem direito ao dividendo que vão distribuir aos acionistas: Jerónimo Martins vai pagar 28,8 cêntimos por ação, com a NOS a descontar o dividendo de 27,8 cêntimos.

Já a Galp Energia valoriza 0,75% para 9,89 euros, com o BCP a subir 0,32% para 0,1262 euros.

 

Ler mais

Recomendadas

Fitch mantém notação da dívida portuguesa em ‘BBB’, mas deixa recomendações para a segunda metade do ano

A Fitch havia já em abril deixado alguns avisos à economia nacional, apesar de ter sinalizado que deveria manter a avaliação à dívida soberana nesta avaliação programada perante o potencial para crescimento nos dois últimos trimestres de 2021.

Wall Street fecha semana em alta a corrigir perdas dos últimos dias

Depois de uma semana de fortes perdas, especialmente no Nasdaq e Dow Jones, os três índices norte-americanos encerraram a última sessão da semana no verde, apesar dos dados fracos divulgados durante a manhã relativos às vendas a retalho e à produção industrial de abril.

Portugal regressa aos mercados quarta-feira para colocar 1.500 milhões de euros a seis meses e 1.750 milhões a 12 meses

Este é o segundo de um conjunto de três leilões a realizar entre março e junho com vista a angariar cerca de 4 mil milhões. Na anterior licitação, as taxas médias foram de -0,599% a três meses e -0,558% a 11 meses.
Comentários