Bolsa portuguesa ‘flat’ quando congéneres europeias negoceiam em alta

Em Lisboa, onze empresas cotadas valorizam, seis caem e uma negoceia sem variação.

O principal índice bolsista português (PSI 20) negoceia ‘flat’ para 5.274,67 pontos, quando as principais congéneres europeias valorizam esta sexta-feira, 15 de novembro. Em Lisboa, onze empresas cotadas valorizam, seis caem e uma negoceia sem variação.

Os ganhos da Pharol (2,30%), do BCP (0,52%), dos CTT (0,45%) e da Galp (0,46%) contribuem para a evolução da bolsa portuguesa. Contudo, as quebras das retalhistas Jerónimo Martins (-1,37%) e Sonae (-0,54%) pesam na negociação.

Na quinta-feira, após o fecho da sessão, a Sonae reportou um lucro de 50 milhões de euros no terceiro trimestre, quando em igual período de 2018 registou ganhos de 24 milhões de euros. As vendas cresceram mais de 8%, para 1.670 milhões de euros e o EBITDA subiram 41%, para 206 milhões de euros. Na contabilidade da retalhista já teve influencia a venda de uma participação acionista na empresa de origem portuguesa Outsystems, concretizada no segundo trimestre do ano.

A Jerónimo Martins negoceia em queda, depois de os investidores terem sabido que a JB Capital Markets reduziu a recomendação da Jerónimo Martins de “comprar” para “neutral”, embora o preço-alvo tenha subido em 6%, de 15,7 euros para 16,6 euros.

Entre as principais congéneres, os investidores estão animado depois de declarações positivas por parte de responsáveis do governo norte-americano sobre progressos no acordo comercial parcial entre os EUA e a China, de acordo com a Bloomberg.

Recomendadas

EDPs brilham e põem Bolsa de Lisboa no verde em contraciclo com Europa

Os Presidentes das EDP e EDP Renováveis, António Mexia, e João Manso Neto, foram notificados sobre a aplicação da medida de coação de suspensão do exercício de funções na gestão ou administração em empresas do Grupo EDP, mantendo-se o processo em fase de inquérito. PSI fecha em alta numa Europa em queda generalizada.

“Mercados em Ação”: Assista ao programa desta semana

Acompanhe o “Mercados em Ação” no site e nas redes sociais do Jornal Económico. E reveja-o através da plataforma multimédia JE TV.

Wall Street volta às quedas depois de cinco dias no ‘verde’

A empresa de biotecnologia Novavax não segue a tendência e está a disparar 36,66%, depois de o governo dos Estados Unidos ter assinado com contrato de 1,6 mil milhões de dólares para que desenvolva uma vacina contra o novo coronavírus.
Comentários