Bolsas de Lisboa e Milão caem e fecham em contraciclo com as principais praças da Europa

A queda das ações da Galp, BCP, Altri e Amorim arrastaram o PSI-20 para terreno negativo. Pela positiva destacaram-se as ações da NOS, da Ramada e da Sonae. A NOS avançou 1,10% para 2,95 euros. A Ramada recuperou 0,68% para 5,88 euros e a Sonae subiu 0,50% para 0,806 euros.

O índice lisboeta PSI-20 não conseguiu acompanhar os ganhos do resto da Europa (exceto a bolsa de Milão) e fechou a sessão desta terça-feira a cair 0,52% para 5.075,40 pontos. A empurrar o índice para terreno negativo estiveram a Galp e o BCP.

A petrolífera caiu 1,13% para 9,65 euros e o banco recuou 1,10% para 0,1436 euros. Já a Corticeira Amorim perdeu 1,53% para 10,30 euros.

Tivemos também a Altri a cair mais de 1%, pois fechou em queda de 1,54% para 5,43 euros.

Pela positiva destacaram-se as ações da NOS, da Ramada e da Sonae. A NOS avançou 1,10% para 2,95 euros. A Ramada recuperou 0,68% para 5,88 euros e a Sonae subiu 0,50% para 0,806 euros.

O analista do Millennium BCP Ramiro Loureiro destacou isso mesmo: o PSI-20 caiu em dia de alta na Europa. “A globalidade das bolsas europeias encerrou no verde, com o PSI20 a ser exceção, castigado pelas quedas do BCP, Galp e Altri”, diz.

“Os ganhos do sector de recursos naturais contrastaram com as perdas do sector automóvel. Na frente da pandemia foco para as notícias da imprensa britânica de que o Reino Unido está a preparar-se para anunciar o alívio das restrições de viagens a pessoas totalmente vacinadas. Nos EUA os principais índices de ações, à hora de fecho do mercado europeu, seguem em alta ligeira, numa sessão em que os investidores aguardam pelo discurso do presidente da Fed no Congresso pelas 19h00”, acrescenta.

O EuroStoxx 50 subiu 0,26% para 4.123,13 pontos e o Stoxx 600 fechou com ganhos de 0,35%.

Nas principais praças, o FTSE 100 fechou a subir 0,39% para 7.090 pontos; o CAC 40 valorizou 0,14% para 6.611,5 pontos; o DAX ganhou 0,21% para 15.636,3 pontos; e o IBEX avançou 0,02% para 9.053,3 pontos.

A par com Lisboa, o FTSE MIB de Milão caiu 0,32% para 25.315,57 pontos.

O petróleo Brent, em Londres, corrige dos ganhos anteriores e cai 0,19% para 74,76 dólares o barril.

O euro sobe 0,07% para 1,1927 dólares.

Há ainda notícias de que a Bitcoin cai para o preço mais baixo desde janeiro e pode afundar ainda mais. Isto é segue em queda esta terça-feira, após afundar na sessão de depois de a China restringir ainda mais a compra e a venda de criptomoedas.

No mercado de dívida pública A dívida alemã a 10 anos sobe 0,80 pontos base para uma yield de -0,16%. A dívida portuguesa sobe 1,15 pontos base para 0,45% e espanhola também tem os juros a subir 0,65 pontos base para 0,46%.

Em termos macroeconómicos destacam-se os dados do consumo e o PIB per capita do Eurostat. O valor do PIB per capita em Portugal, em paridade do poder de compra, desceu de 79% em 2019 para 77% da média comunitária em 2020, sendo o quarto mais baixo da Zona Euro.

Há ainda dados recentes do Banco de Portugal sobre as exportações e importações.

Entre janeiro e abril de 2021, o saldo acumulado das balanças corrente e de capital foi de -240 milhões de euros, que compara com -64 milhões de euros no período homólogo do ano anterior. No mesmo período as exportações e as importações de bens e serviços registaram variações homólogas de 4,5% e de 2,6%, respetivamente. A taxa de cobertura das importações pelas exportações de bens e serviços situou-se em 94,3%.  Em abril de 2021, a Balança Financeira registou um saldo de -681 milhões de euros, diminuindo 1201 milhões de euros em relação ao mês anterior.

No que toda ao investimento direto, também dados do BdP, de janeiro a abril de 2021, as transações acumuladas do investimento direto em empresas em Portugal foram de 2025 milhões de euros, que compara com -1555 milhões de euros no período homólogo.

Recomendadas

Wall Street encera ‘mista’ depois da Reserva Federal anunciar que manterá taxas de juro inalteradas

O S&P 500 perde 0,01% para os 4.401,00 pontos. O índice industrial Dow Jones encerra o dia a desvalorizar 0,36% para 34.930,80 pontos. O tecnológico Nasdaq é o único em terreno positivo, e encerra a sessão a subir 0,70% para 14.762,6 pontos.

PSI-20 termina dia a somar mais de 1%

Além da EDP, que encerrou o dia a valorizar 0,87% para 4,51 euros, a Altri avança 4,43% para 5,42 euros, a Navigator a ganha 4,54% para 3,09 euros e o Banco Comercial Português perdeu 0,82% para 0,121.

Nasdaq brilha graças aos ganhos trimestrais recordistas da ‘big tech’

Investidores do outro lado do Atlântico aguardam por novidades depois da reunião da Reserva Federal, esta quarta-feira, mas ganhos das big tech animam índices tecnológicos em Nova Iorque.
Comentários