BPI coopta ex-presidente da Anacom Fátima Barros para a administração

“O Conselho deliberou igualmente designar Fátima Barros como membro da Comissão de Auditoria e Controlo Interno do Banco BPI”, diz o banco liderado por Pablo Forero e que tem Fernando Ulrich como Chairman.

O Banco BPI, informou o mercado que o Conselho de Administração, na sua reunião do passado dia 23 de Fevereiro, deliberou cooptar como vogal do Conselho de Administração, para preenchimento da vaga que se encontrava aberta nesse órgão, Fátima da Silva Barros Bertoldi, ex-presidente da Anacom.

“O Conselho deliberou igualmente designar Fátima Barros como membro da Comissão de Auditoria e Controlo Interno do Banco BPI”, diz o banco liderado por Pablo Forero e que tem Fernando Ulrich como Chairman.

“A referida cooptação será, nos termos legais, submetida a ratificação pelos Accionistas na próxima Assembleia Geral” avisa o BPI.

O Conselho de Administração do banco do CaixaBank é ainda composto por António Lobo Xavier; Alexandre Lucena e Vale (administrador executivo); António Farinha de Morais (administrador executivo); Carla Bambulo; Cristina Rios Amorim; Francisco Barbeira (administrador executivo); Gonzalo Gortazar; Ignácio Alvarez (administrador executivo); Javier Pano; João Oliveira e Costa (administrador executivo); José Pena do Amaral (administrador executivo); Juan Antonio Alcaraz; Lluís Vendrell; Pedro Barreto (administrador executivo); Tomás Jervell e Vicente Tardio.

(atualizada)

Recomendadas

Quais são os bancos que já disponibilizam transferências imediatas?

O novo subsistema do Sistema de Compensação Interbancária assegura o processamento contínuo de transferências em menos de 10 segundos. A adesão dos bancos é, no entanto, facultativa. Confirme aqui quais os bancos que já têm e quais os custos.

Nasce manifesto anti-Tomás Correia para o Montepio

Um conjunto composto por várias dezenas de associados e associadas da Associação Mutualista Montepio decidiu assinar um Manifesto, intitulado ‘Construir a Confiança – Por um Montepio Competente, Solidário e Responsável’.

Elisa Ferreira: Banca portuguesa está a caminho da estabilização, mas “os riscos” continuam.

A vice-Governadora do Banco de Portugal que tem o pelouro da supervisão diz em entrevista à Antena 1/Negócios que “a Banca portuguesa intervencionada está a caminho da estabilização, mas os riscos continuam”, sem no entanto detalhar. “O risco de uma nova crise vem da nova economia, das bitcoins e dos chamados bancos sombra”, defendeu na mesma entrevista Elisa Ferreira.
Comentários