BPI realça que dívida grega explica 80% das perdas de 2011. Grandes devedores representam 100 milhões de euros

“Como decorre da informação hoje publicada pelo Banco de Portugal, além das perdas em dívida grega, o BPI apresenta apenas na lista de grandes devedores nove situações adicionais, que atingem em conjunto o valor de 100 milhões de euros”, esclarece o BPI.

Jose Manuel Ribeiro/Reuters

No âmbito da entrega da lista de devedores divulgada esta terça-feira pelo Banco de Portugal, o banco BPI esclareceu em comunicado que a “dívida grega explica cerca de 80% das perdas reportadas pelo em 2011” e que esta instituição bancária “reembolsou integralmente a dívida ao Tesouro português”

O BPI esclarece que o valor agregado das perdas reportadas pelo BPI, em 2011, ascendia a 508 milhões de euros sendo que que este montante agregado “inclui as perdas com os títulos de Dívida Pública Grega que em 2011 ascendiam a 408 milhões de euros”, ou seja, 80% do total de perdas reportadas.

“Como decorre da informação hoje publicada pelo Banco de Portugal, além das perdas em dívida grega, o BPI apresenta apenas na lista de grandes devedores nove situações adicionais, que atingem em conjunto o valor de 100 milhões de euros”, esclarece o BPI.

 

Recomendadas

Isabel dos Santos deve mais de 500 milhões de euros à banca

O regulador bancário já terá pedido a todas as instituições uma atualização sobre os financiamentos, assim como aos auditores externos para verificarem a adequação dos níveis de imparidades, noticia o “Expresso”. “Correio da Manhã” revela que CGD e BCP concentram os valores mais elevados dos empréstimos.

‘Rebranding’ ao fim de 293 anos. Royal Bank of Scotland muda de nome

Alison Rose afirmou que este é o momento certo para fazer uma mudança e alterar o nome do RBS, que já data 293 anos. No entanto, as agências bancárias, como o Ulster Bank, na Irlanda do Norte, do RBS vão manter o nome.
Revolut

Revolut passa a estar disponível na aplicação Dabox

Os utilizadores – independentemente de serem ou não clientes da Caixa Geral de Depósitos – conseguem agora agregar a sua conta na fintech britânica à ‘app’ da CGD.
Comentários