Britânicos detidos em Espanha depois de se recusarem a usar máscara em voo da KLM

Dois cidadãos britânicos voaram para Espanha através da Holanda, mas recusaram-se a usar máscaras a bordo, tal como exigido pela companhia aérea.

Dois passageiros britânicos recusaram-se a colocar a máscara num voo da companhia KLM e foram detidos pela polícia quando aterraram em Espanha.

O voo entre Amesterdão e Ibiza teve lugar na passada sexta-feira, segundo conta o The Independent, que noticia que os dois britânicos estariam embriagados.

A recusa em usar máscaras causou tensão a bordo com os restantes passageiros dando origem a cenas de violência.

As máscaras são obrigatórias nos voos da KLM e nos aeroportos da Holanda como parte das restrições sobre o coronavírus do país. A KLM disse que verificaram se os passageiros tinham máscaras consigo, e sublinham que a equipa lembrou os passageiros várias vezes antes e durante a viagem sobre o uso das mesmas.

Os dois homens foram contidos com a ajuda dos outros passageiros e mais tarde foram presos pela polícia espanhola na chegada a Ibiza.

Segundo um porta-voz da companhia aérea “dois passageiros indisciplinados recusaram-se a usar as suas máscaras faciais e estavam a incomodar os restantes passageiros de forma física e verbal”.

A companhia acrescenta ainda que “o piloto informou as autoridades locais e, à chegada, os dois passageiros foram presos. A segurança do voo não foi comprometida durante a viagem”.

Segundo vários leitores apontaram nos comentários à notícia, ao voarem para Espanha através da Holanda, os dois britânicos podem estar a tentar contornar a quarentena obrigatória de 14 dias imposta pelo Reino Unido aos viajantes com origem em Espanha, tal como acontece com Portugal.

Ler mais
Recomendadas

Áustria impõe recolher noturno e fecho de hotéis e restaurantes

Escolas e creches, assim como lojas e cabeleireiros vão permanecer abertos, adiantou, mas as escolas secundárias e universidades regressam ao ensino à distância.

“Negoceie a sua taxa de juro”. Como poupar dinheiro com os seus créditos

O peso das prestações de crédito nos orçamentos familiares é bastante grande. Seja o crédito habitação, créditos pessoais ou cartões de crédito, é fundamental encontrar formas de cortar com estes encargos mensais para libertar espaço no orçamento familiar. Siga estas e outras dicas de João Raposo, fundador e administrador do Grupo Reorganiza, na semana em que se celebra o Dia Mundial da Poupança.

Das telecomunicações aos créditos: Saiba como pode poupar dinheiro

Nos dias que corre é fundamental atacar todas as fontes de desperdício. Usar o seu dinheiro com critério e ponderação. Aproveite para cortar as suas despesas, passo fundamental para aumentar as suas poupanças e a sua segurança financeira.
Comentários