Cabo Verde Airlines arranca com nova operação inter-ilhas com as portuguesas Lease-Fly e Newtour

A companhia aérea cabo-verdiana, anunciou hoje uma “parceria estratégica” com as portuguesas Lease-Fly e Newtour para os voos domésticos entre ilhas naquele arquipélago e garantindo assim a conectividade ao ‘hub’ internacional na ilha do Sal.

A Cabo Verde Airlines anunciou hoje em comunicado o inicio de ligações domesticas a partir do “hub” da ilha do Sal para Santiago, São Vicente e Fogo, a partir de 13 de Agosto.

No documento, a transportadora aérea cabo-verdiana refere que essas ligações vão ser feitas através de operações em aviões ATR42-300 com os grupos Lease-Fly e Newtour, que irão garantir as ligações da ilha do Sal para as outras três ilhas.

“A Cabo Verde Airlines e os respectivos parceiros irão explorar as rotas de alta densidade numa operação conjunta e os aviões serão pintados de acordo com o actual ‘branding’ (marca) da companhia cabo-verdiana”, lê-se no comunicado.

A mesma fonte acrescenta que num “futuro próximo”, a Lease-Fly pretende obter o seu próprio certificado de operador em Cabo Verde e em parceria com a Cabo Verde Airlines operar e incentivar a conectividade inter-ilhas e ao “hub” na Ilha do Sal.

O modelo de operação terá ligações bi-diárias ao “hub”, de manhã e à tarde, com voos da Praia e São Vicente, quatro vezes por semana e de/para Sal e São Filipe com conexão a Boston.

A Cabo Verde Airlines explica ainda que a conexão inter-ilhas está “ ancorada no programa Stopover” que permite os aparelhos ficar em Cabo Verde até sete dias sem encargos adicionais e que a companha “tem agora condições de sustentabilidade” para assumir as despesas.

O comunicada apresenta a Lease-Fly como uma empresa registada em Portugal com certificado da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) com bases operacionais em Espanha e França,  detentora de aeronaves ATR42-320 que estão disponíveis desde Julho 2019, em regime de ‘wet lease’ (disponibiliza o avião e tripulação completa) e a   Newtour como  um dos maiores grupos no sector do turismo a operar em Portugal, atuando em diversas áreas como a hotelaria, a distribuição B2B e B2C,  contanto com mais de 30 anos de experiência no mercado cabo-verdiano.

Ler mais
Recomendadas

Governo de Cabo Verde abre concurso para escolher 20 jovens para Conselho Consultivo da Juventude

Podem candidatar-se jovens dos 18 aos 35 anos de idade de nacionalidade cabo-verdiana.

Santo Antão vai ter novos empreendimentos turísticos a partir de outubro

Durante a época alta do turismo, Santo Antão recebe milhares de turistas, na sua grande maioria franceses, para a prática de ‘trekking’ (caminhadas em trilhas).

Banco Interatlântico alerta para tentativa de ‘phishing’

O banco comercial cabo-verdiano diz os emissores da mensagem solicitam a atualização de dados pessoais do recetor sob a condição de bloqueio da conta bancária.
Comentários