Cabo Verde: MpD celebra nova vitória e líder do PAICV apresenta demissão

Ulisses Correia e Silva continuará a ser o primeiro-ministro do país lusófono, enquanto Janira Hopffer Almada decidiu afastar-se da liderança da oposição após uma segunda derrota nas legislativas.

Ulisses Correia e Silva

O Movimento para a Democracia (MpD), liderado pelo atual primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva, venceu as eleições legislativas de Cabo Verde, devendo renovar a maioria absoluta que lhe permitiu governar nos últimos cinco anos. Quando faltavam apurar as mesas dos círculos da Europa e Resto do Mundo e das Américas, que elegem quatro deputados, o partido de centro-direita tinha garantidos 36 mandatos (metade dos lugares do parlamento), devendo somar mais dois pela diáspora.

Apesar de dever ficar com menos dois deputados do que na legislatura anterior, o MpD de Ulisses Correia e Silva resistiu ao segundo embate com Janira Hopffer Almada, que anunciou a sua demissão da presidência do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), de centro-esquerda. “A política não pode ser encarada como profissão nem como carreira”, justificou a líder partidária, que procurava ser a primeira cabo-verdiana a chefiar um executivo, mas não terá conseguido mais do que ganhar um lugar no parlamento em relação às legislativas de 2016, caso some mais dois na Europa e Resto do Mundo e nas Américas, ficando com 30.

Dirigindo-se aos seus apoiantes que celebravam junto à sede do MpD, após uma campanha eleitoral em que apontou como perdedores aqueles que “fizeram uma política de terra queimada” e de “ataque ao país”, Ulisses Correia e Silva destacou a “grande vitória” do seu partido. E, sem esquecer os “três anos de seca e um de pandemia” que tiveram forte impacto na economia do país lusófono, prometeu “colocar Cabo Verde no caminho seguro para o desenvolvimento”.

A única força política a obter representação parlamentar além do MpD e do PAICV continuará a ser a União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), que desta vez elegeu quatro deputados pelo círculo de São Vicente, acrescentando um mandato àqueles que detinha no parlamento.

Recomendadas

Cabo Verde regista mais um óbito e 367 infetados em 24 horas

Cabo Verde registou mais 367 novos infetados pelo novo coronavírus e um óbito em São Vicente nas últimas 24 horas, chegando às 230 mortes associados à doença.

António Costa destaca importância do acordo de mobilidade da CPLP para promover português

“Hoje já somos 260 milhões de falantes que representam quase 5 por cento do PIB global”, recordou o primeiro-ministro português.

António Sampaio da Nóvoa: “É difícil identificar um património mais importante do que a língua portuguesa”

Comemora-se esta quarta-feira o Dia Mundial da Língua Portuguesa. António Sampaio da Nóvoa, embaixador de Portugal na UNESCO, grande impulsionador desta proclamação, destaca em entrevista ao Jornal Económico o valor único deste património.
Comentários