Caixa suspeita na Praça do Comércio em Lisboa continha material fotográfico

PSP explicou que a caixa preta opaca continha material fotográfico, que terá sido alvo de um “extravio”.

A caixa que se encontrava junto do Ministério da Justiça e que motivou a evacuação da Praça do Comércio, em Lisboa, não contém “nada de suspeito”, pelo que será retirada e o local reaberto, disse à Lusa fonte da PSP.

“Está tudo controlado. Depois de seguirmos o protocolo, evacuarmos o local e garantirmos a segurança das pessoas, conseguimos através de um raio-x verificar que não havia nada de suspeito dentro da caixa”, disse a mesma fonte.

Em declarações aos jornalistas na Praça do Comércio, o porta-voz da PSP, Tiago Garcia, adiantou que a caixa preta opaca continha material fotográfico, que terá sido alvo de um “extravio”.

A PSP ainda ponderou realizar um “rebentamento controlado” da caixa, mas acabou por não ser necessário.

A Praça do Comércio foi reaberta pelas 18:40 à circulação de pessoas e automóveis.

Por volta as 14:00, a PSP recebeu um alerta de que estava uma caixa suspeita abandonada junto do Ministério da Justiça, tendo optado, pelas 17:15, pela evacuação do local.

O trânsito foi cortado e os estabelecimentos comerciais da zona foram sendo encerrados ao longo da tarde.

Também estação do Metro de Lisboa na Praça do Comércio foi encerrada.

Ler mais
Relacionadas

Praça do Comércio evacuada pela PSP devido a pacote suspeito

Segundo fonte da Polícia de Segurança Pública existe um pacote suspeito junto ao Ministério da Justiça, que se encontra localizado naquela zona de Lisboa.
Recomendadas

Lesados Banif aplaudem mecanismo extrajudicial e desconvocam manifestação

Governo anunciou criação de uma comissão arbitral para a resolução extrajudicial dos lesados não qualificados do Banif. Associação de Lesados diz que vê “luz ao fundo do túnel” com esta proposta e desmarca a manifestação agendada para esta terça-feira, 11 de dezembro.

António Costa: “Começa um novo período na governação global das migrações”

O primeiro-ministro sublinhou que o Pacto Global da ONU sobre as migrações, assinado esta segunda-feira em Marraquexe, promove a paz e segurança e coloca os migrantes “no centro da cooperação internacional”.

Santos Silva: Proteção dos direitos humanos é “uma das grandes conquistas do século XX”

No dia em que se celebram 70 anos desde a assinatura da Declaração Universal dos Direitos Humanos, o ministro dos Negócios Estrangeiros reitera o compromisso de Portugal com este documento.
Comentários