Care Force está a recrutar médicos para os Países Baixos. Salários podem chegar aos nove mil euros

Empresa especializada em recrutamento de profissionais da área da saúde está à procura de médicos para trabalhar nos Países Baixos com oportunidade de estudar para se tornar Psiquiatra, Médico de Cuidados a Idosos (Geriatria), Médico do Trabalho ou Médico de Seguros (codificação clínica).

médicos
2 – Médicos de família e de clínica geral

A Care Force está à procura de médicos para trabalhar nos Países Baixos com oportunidade de estudar para se tornar Psiquiatra, Médico de Cuidados a Idosos (Geriatria), Médico do Trabalho ou Médico de Seguros (codificação clínica). A empresa especializada em recrutamento e colocação de profissionais da área da saúde oferece um salário inicial situa-se entre 4 mil euros e 5 mil euros por mês, dependendo do campo escolhido e após a especialização, pode chegar a 9.000 euros, valor bruto por mês, com base em 40 horas de trabalho por semana.

“Em todas as opções, começará como médico sem especialidade e, depois de ter um bom conhecimento da área de saúde e da língua holandesa, terá a possibilidade de crescer e ter estudos pago para se tornar um especialista”, avança a empresa especializada em recrutamento e colocação de profissionais da área da saúde, principalmente com médicos, dentistas e enfermeiros na Holanda e Bélgica.

Numa publicação no site da Ordem dos Médicos, a Care Force, localizada em Velp, Holanda, dá ainda conta de que procura “médicos com ou sem experiência; vontade de aprender, desenvolver-se e enfrentar novos desafios” e que demonstre e trate “os outros com dignidade e respeito”.

Entre os requisitos sinalizados pela Care Force estão nacionalidade europeia, diploma concedido ou reconhecido por um país da UE e se o diploma tiver sido obtido fora da União Europeia, este deve ter sido reconhecido num país da UE durante pelo menos três anos consecutivos.

São ainda requeridos nestas contratações bons conhecimentos de inglês, pelo menos ao nível B2, bem como a disponibilidade para aprender holandês até ao nível B2+. “Ajudamo-lo neste processo com a nossa Academia de Línguas”, frisa a empresa de recrutamento, apontando ainda como requisito a disponibilidade “para trabalhar durante um longo período de tempo”.

A Care Force propõe-se a oferecer “um bom equilíbrio trabalho-vida”. E ao nível remuneratório esclarece que “o salário inicial situa-se entre 4 mil euros e 5 mil euros por mês, dependendo do campo escolhido e após a especialização, pode chegar a 9 mil euros brutos por mês, sempre com base em 40 horas de trabalho por semana”.

A empresa destaca também a possibilidade de ajustamento salarial anual e 30% de dedução fiscal durante um período de cinco anos, bem como 20 até 30 dias de férias pagas por ano e dinheiro para férias (8% do seu rendimento bruto anual).

“Começar a sua carreira no estrangeiro é um grande passo, e nós compreendemos isso. É por isso que estamos prontos a oferecer todo o apoio necessário para que o seu sonho se torne realidade. A nossa equipa dedicada ajudá-lo-á ao longo de todo o processo”, salienta, assegurando que organiza “todos os documentos e todas as formalidades burocráticas: negociações contratuais, habitação, bancos, seguros e inscrições”.

Recomendadas

Venda de smartphones sem carregador é correta à luz da lei?

Se o profissional não inclui um adaptador de corrente com o smartphone e que não informa, de forma cuidadosa, o consumidor – trata-se de uma omissão enganosa e, como tal, conduz ou é suscetível de conduzir o consumidor a tomar uma decisão de compra que não teria tomado de outro modo.

OE2022: Inquilinos defendem mais cinco anos para período de transição de rendas antigas

A Associação dos Inquilinos Lisbonenses (AIL) defende o prolongamento por mais cinco anos do período transitório para contratos de arrendamento anteriores a 1990, sendo esta uma das medidas que quer ver incluída no Orçamento do Estado para 2022 (OE2022).

Lisboa. Avenida Fontes Pereira de Melo fecha ao trânsito temporariamente

Segundo a autarquia, a avenida estará encerrada para que se proceda à realização de trabalhos no coletor e reposição da infraestrutura, que estima durarem toda a semana.
Comentários