Cartões de crédito em Portugal cobram taxa de juro máxima

A taxa de juro máxima é de 16,4% no primeiro trimestre e é a mais desde 2012, em igual período.

A maioria dos cartões de crédito comercializados em Portugal cobra taxas de juro próximas de 16,4%, o valor maximo permitido por lei, segundo cálculos pela plataforma “comparajá.pt”, noticia o “Correio da Manhã” (CM) esta quarta-feira.

Das 102 modalidades de cartão de crédito vendidos em Portugal, 67 aplicam uma taxa de juro igual ou superior a 16,1%.

Segundo o site especializado na comparação de crédito, cerca de um quarto dos cartões de crédito chegam a aplicar o valor máximo, 16,4%, estiupulado pelo Banco de Portugal para o primeiro trimestre de 2018.

A taxa de juro mais baixa cobrada em Portugal é aplicada apenas nos cartões Gold Visa Best, do Banco Best, e o NB Branco, comercializado pelo Novo Banco: 10,1%.

Segundo o CM, a taxa de juro de 16,4% no primeiro trimestre é a mais elevada desde 2012, em igual período, quando estava fixada em 35,5%.

Recomendadas

BPI suspende dividendos de 13 milhões até outubro

“Perante as circunstâncias atuais o Banco BPI e o CaixaBank decidiram suspender o pagamento do referido dividendo, o qual apenas terá lugar em outubro de 2021”, lê-se no comunicado.

PremiumBanco de Portugal admite não recorrer da decisão judicial no Banco Montepio

A sentença do recurso que o Banco Montepio e sete ex-administradores interpuseram às coimas aplicadas em 2019 pelo Banco de Portugal, agradou a gregos e a troianos, ao supervisor e arguidos.

Presidente do BPI diz que é preciso “encontrar soluções para moratórias agora, não em setembro”

O presidente do BPI diz encarar com “estranheza” o interesse do Novo Banco no Eurobic e defende que “não devíamos falar em setembro, mas sim agora” sobre o tema das moratórias.
Comentários