Casamentos e batizados com mais de 10 convidados obriga a rastreio à Covid-19 (com áudio)

Além dos eventos familiares, também os culturais e as empresas terão que realizar rastreios regulares à Covid-19. Em todos os casos, os testes podem ser por antigénio ou PCR e, ao contrário do que tem sido pedido por várias entidades, os rastreios são pagos.

Teste Coronavírus | Getty Images

A task force de testagem atualizou, esta terça-feira, a norma para a testagem à Covid-19 que visa o modus operandi das empresas, eventos culturais e familiares nos próximos meses.

Tal como já tinha sido anunciado durante o briefing do Conselho de Ministros, pela ministra da Presidência, as empresas com mais de 150 funcionários serão obrigadas a fazer rastreios à Covid-19, independentemente do vínculo laboral. Os testes devem ser feitos de 14 em 14 dias.

Já os eventos familiares, como casamentos, batizados ou festas de aniversário ou outras celebrações similares, com mais de 10 convidados fora do agregado familiar terão também de adotar esta norma.

Além disso, a task force também definiu que todos aqueles que participem  em eventos culturais ou desportivos, em espaços fechados, também têm de fazer rastreio. Esta norma aplicar-se-á a eventos com mais de 500 pessoas. Já se for num local aberto, o limite sobe para mil pessoas. Esta norma é não só para os espectadores, mas também para participantes e organizadores.

Também em eventos de natureza cultural ou desportiva, a testagem é recomendada “sempre que o número de participantes/espectadores seja superior a mil, em ambiente aberto, ou superior a 500, em ambiente fechado”.

Em todos os casos, os testes podem ser por antigénio ou PCR e, ao contrário do que tem sido pedido por várias entidades, os rastreios são pagos.

Recomendadas

Portugal soma 15 milhões de testes realizados à Covid-19 desde o inicio da pandemia

O mês de julho correspondeu ao período em que foram realizados mais testes. De acordo com a nota do Ministério da Saúde divulgada esta quarta-feira, foram realizados, em média, cerca de 64 mil testes por dia até ao dia 26 de julho de 2021, o que corresponde ao valor mais elevado desde março de 2020.

Promotores de espetáculos apelam ao Governo: “verão já está perdido”

O apelo, com quatro medidas de caráter urgente, foi feito numa carta enviada a António Costa e divulgada aos jornalistas, nas vésperas de uma nova reunião do Conselho de Ministros e um dia depois de o Governo ter reunido com peritos, no Infarmed, em Lisboa, para analisar a situação epidemiológica da covid-19, em Portugal.

Falhas no ‘stock’ de vacinas não comprometem segunda dose, garante Lacerda Sales

“Pontualmente, aqui ou acolá, poderá haver [quebras]. Do ponto de vista geral estamos a fazer um mecanismo de aquisição de mais vacinas para que isso não aconteça, nomeadamente da Pfizer e da Janssen. Estamos a fazer um esforço para que se existirem essas falhas aqui ou acolá, pontualmente sejam colmatadas com esta aquisição de vacinas”, disse hoje o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales.
Comentários