Cascais lança programa municipal de empreendedorismo nas escolas

O programa DNA Cascais Escolas Empreendedoras quer despertar o espírito empreendedor dos mais novos.

São mais de 10 mil alunos de 50 escolas do concelho de Cascais que vão frequentar o programa DNA Cascais Escolas Empreendedoras. Este programa, que vai ter inicio na próxima segunda-feira, tem como principal objetivo fomentar o espírito empreendedor dos mais novos, fornecendo-lhes ferramentas para encararem a criação do seu próprio negócio como uma realidade para o seu futuro profissional.

“No ano em que celebramos o 10º aniversário, os nossos programas de empreendedorismo escolar irão chegar a um número recorde de 50 escolas, alcançando mais de 10 mil jovens. Sabemos que nem todos serão empreendedores, mas também não é esse o nosso foco. O importante é que os nossos programas tenham a capacidade de desenvolver novas atitudes junto dos jovens”, afirmou presidente da DNA Cascais, Nuno Piteira Lopes.

Como reforço para os programas de empreendedorismo escolar, a DNA Cascais renovou as suas parcerias com a Science4you, a Junior Achievement, a StartuIUPI e a Associação Inspirar o Futuro, que vão realizar ações de formação e de desenvolvimento de competências junto dos alunos.

A Science4you é uma empresa 100% portuguesa que se dedica ao desenvolvimento, produção e comercialização de brinquedos educativos e científicos, bem como à área de formação.

A Junior Achievement Portugal (JAP), uma organização sem fins lucrativos, que desenvolve o empreendedorismo, o gosto pelo risco, a criatividade, a responsabilidade, a iniciativa e a inovação junto de crianças e jovens.

O StartIUPI é, também, um projeto sem fins lucrativos que pretende desenvolver competências e atitudes empreendedoras em crianças e adolescentes.

A Associação Inspirar o Futuro é uma associação juvenil, sem fins lucrativos, que pretende desenvolver projetos inovadores na área da educação juvenil.

 

Recomendadas

Web Summit vai pedir certificado de vacinação ou teste PCR negativo aos participantes (com áudio)

A maior conferência de tecnologia do mundo, que regressa a Portugal em novembro depois de um ano de ausência por força da pandemia, irá ainda permitir a utilização de máscaras faciais no evento, apesar de prever que estas já não sejam obrigatórias em Portugal quando este se realizar.

AINanoTEC promove criação de 15 startups tecnológicas

O programa visa identificar ideias e projetos nas áreas da inteligência artificial, nanotecnologia e tecnologias de informação e comunicação. As candidaturas selecionadas irão integrar a uma rede internacional de mentores e stakeholders.

Terceira edição do Prémio João Vasconcelos – Empreendedor do Ano vai permitir nomeações

Os critérios de avaliação das nomeações e das candidaturas mantêm-se como: visão e estratégia, resiliência, contributo para o ecossistema empreendedor nacional, liderança e gestão de equipa, crescimento e penetração internacional.
Comentários