Católica e Nova são primeiras universidades portuguesas no “ranking” Times Higher Education 2021

Este “ranking” mede 13 indicadores de desempenho e é liderado pela universidade inglesa de Oxford. No “top ten” figuram oito norte-americancas, com Stanford à cabeça.

Cristina Bernardo

Doze universidades portuguesas integram a edição 2021 da Times Higher Education World University Rankings (THE WUR2021): Universidade Católica e Nova de Lisboa são as primeiras instituições da lista, figurando entre as posições 351 e 400.

Com os seus 32.586 estudantes, dos quais 19% internacionais, a Universidade do Porto posiciona-se entre as 401–500 universidades do mundo.

O ranking THE WUR2021, que é considerado um dos mais importantes na análise do ensino superior coloca a Universidade de Lisboa, a maior do país, com 49.019 alunos, entre as 501 e 600. Entre as  601 e 800 da lista constam quatro portuguesas: Universidade de Aveiro, Universidade da Beira Interior, Universidade de Coimbra e ISCTE-IUL.

A Universidade do Algarve, que partilha com a Universidade Nova a maior percentagem de estudantes internacionais (19% do total), e a Universidade do Minho estão entre as 801 e as 1.000 melhores.

As duas últimas instituições nacionais contempladas no ranking são o Instituto Politécnico do Porto, único estabelecimento politécnico português a integrá-lo, e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

O Times Higher Education World University Rankings inclui 1.527 instituições de ensino superior em 92 países. É liderado pela Universidade de Oxford, seguida por quatro norte-americanas: Stanford, Harvard, Instituto de Tecnologia da Califórnia e MIT. Em sexto lugar surge a universidade inglesa de Cambridge, seguindo-se outras quatro norte-americanas: Berkeley, Yale, Princeton e Chicago.

O ranking cobre as principais áreas de atuação de uma universidade, avaliando 13 indicadores, agrupados em cinco áreas que medem o desempenho das universidades no que respeita à qualidade de ensino (ambiente de aprendizagem, reputação, desempenho estudantil, número de professores doutorados, docentes premiados); publicações de pesquisa; citações em artigos científicos; perspetiva internacional (alunos e professores estrangeiros); e transferência de conhecimento.

Desde 2010, o Times Higher Education World University Rankings é realizado, em parceria, com a empresa de informação e tecnologia Thompson Reuters.

Ler mais
Recomendadas

PremiumAulas ao sábado, máscaras e testes no novo ano letivo

Universidades e politécnicos regressam às aulas presenciais com novas normas. Segurança é prioridade, mas entre os docentes é geral a convicção de que o alarme pode tocar. Sindicato está preocupado com a desvalorização de docentes convidados.

ASPL quer ser recebida pelo ministro da Educação. Docentes de grupos de risco é principal preocupação

Associação Sindical de Professores Licenciados reafirmou esta sexta-feira, 25 de setembro, o pedido de reunião urgente com Ministério da Educação para tratar das condições de trabalho nas escolas.

Fenprof quer saber quais as escolas com casos de Covid-19 e o que está a ser feito

O maior sindicato de professores do país requereu ao Ministério da Educação informação sobre as escolas em que surgiram casos de contágio e as medidas tomadas para os evitar.
Comentários