CBRE vai remodelar edifício principal do BPI em Lisboa

O banco BPI conta atualmente com uma área de cerca de 27 mil metros quadrados de escritórios só na cidade de Lisboa, distribuídos por cinco edifícios.

A CBRE foi a responsável pelo projeto piloto para remodelar as instalações do edifício principal do BPI, na Avenida Casal Ribeiro em Lisboa, revelou a consultora imobiliária em comunicado esta segunda-feira.

O projeto piloto foi desenvolvido num piso central com 600 metros, possibilitando uma maior versatilidade ao espaço, tendo em consideração as novas tendências de “agile working” em open space.  Os escritórios apresentam na parte sul os espaços de carácter mais colaborativo, e a Norte um espaço de trabalho em open space, dividido por biombos modulares que permitem isolar de maneira efetiva o som.

Este conceito está também a ser adaptado de forma progressiva aos restantes nove mil metros quadrados de escritórios deste edifício na zona do Saldanha. O banco BPI conta atualmente com uma área de cerca de 27 mil metros quadrados de escritórios só na cidade de Lisboa, distribuídos por cinco edifícios.

Duarte Cardoso Ferreira, diretor de Building Consultancy da CBRE, destaca que “a remodelação deste imóvel permite oferecer aos ocupantes um espaço remodelado, marcado pelo contraste de cores, formas ortogonais e linhas continuas longas”, salientando que este “foi um projeto extremamente desafiante e com este trabalho o BPI fica equipado com os escritórios do século XXI e por isso estamos gratos de o poder participar no projeto  deste edifício”.

Recomendadas

PremiumFreeport Outlet prevê crescimento de 25% na faturação este ano

Nuno Oliveira, responsável pelo espaço, revela que turistas comunitários e extracomunitários já representam 20% da faturação.

Quinta da Bacalhôa compra imóvel de 30 mil metros quadrados em Azeitão

O imóvel comprado pela holding da família Berardo para os vinhos e o enoturismo pode dar origem a um mega-espaço cultural denominado Bacalhôa Berardo Collection (BBC) ou até para albergar a Coleção Berardo, caso o acordo com o Estado termine em 2022.

Remax Portugal “tem sido um exemplo para muitos países”, sublinha Manuel Alvarez

Depois de investir na Remax França dois milhões de euros, Manuel Alvarez define como objetivos já para este ano, a abertura de 50 a 60 novas franquias em terras gaulesas.
Comentários