CCA Ontier tem nova coordenadora de Contencioso

A sociedade de advogados anuncia a nomeação da advogada Catarina Limpo Serra como associada coordenadora do departamento de Contencioso.

A nova coordenadora, que passou anteriormente pela Cuatrecasas onde esteve 11 anos, foi escolhida tendo como principais critérios a experiência, conhecimento e capacidade de liderança.

Domingos Cruz, managing partner da CCA Ontier, afirmou: “O convite que endereçámos à Catarina Limpo Serra enquadra-se na estratégia da CCA, que aposta na sua capacidade de liderança e gestão de equipas. O nosso objetivo é construir uma equipa de referência, com capacidade para dar uma resposta eficaz aos desafios que todos os dias nos são lançados. Estamos muito satisfeitos com a decisão da Catarina e contamos com ela para continuarmos a crescer.”

Esta nomeação reforça a aposta da CCA numa política de crescimento interno e no reconhecimento das qualidades técnicas, humanas e no mérito profissional dos seus advogados.

Para Catarina Limpo Serra, “a aceitação do convite teve subjacente a possibilidade de modernizar o paradigma de exercer a advocacia, orientado para a resolução rápida e eficaz das necessidades dos clientes, para a melhor rentabilização dos seus recursos, aliando uma crescente especialização dos vários advogados da equipa de contencioso da CCA ao trabalho em áreas de inovação como o Contencioso tecnológico-digital, Contencioso desportivo, Penal económico e regulatório, Cibercrime, mantendo, em simultâneo, a excelência nas áreas clássicas da resolução de litígios.

Recomendadas

Dia da Propriedade Intelectual: Criei uma marca. O que posso fazer para a registar?

Os advogados do departamento de TMT & Propriedade Intelectual da sociedade CCA explicam o que fazer para registar uma marca. O primeiro passo? Verificar se preenche determinados requisitos para que o seu registo seja concedido. Comemora-se esta sexta-feira o Dia Mundial da Propriedade Intelectual.

Presidente do Supremo Tribunal pode receber mais 600 euros mensais do que o primeiro-ministro

Os salários dos magistrados têm um limite salarial máximo que os impede de ganhar mais do que o primeiro-ministro, mas, caso a revisão do estatuto proposta pelo PS venha a ser aprovada, termina este impedimento salarial.

Flexibilidade e competitividade: o regime jurídico das SIGI

Apesar de as SIGI não estarem sujeitas a supervisão prudencial ou comportamental, a lei prevê mecanismos que se constituirão dissuasores de incumprimento.
Comentários