CGTP: Socialista Fernando Gomes declara lealdade a Isabel Camarinha

A corrente sindical socialista da CGTP apresentou na sexta-feira à noite Fernando Gomes como candidato a secretário-geral da intersindical, por considerar que a proposta de Isabel Camarinha, apresentada pela comissão executiva, levantava “sérias preocupações” pela sua proximidade ao PCP.

Isabel Camarinha | CGTP

O socialista Fernando Gomes declarou hoje total lealdade à nova secretária-geral da GCTP, Isabel Camarinha, e total disponibilidade para continuar a trabalhar em prol dos interesses da central sindical e dos trabalhadores.

A corrente sindical socialista da CGTP apresentou na sexta-feira à noite Fernando Gomes como candidato a secretário-geral da intersindical, por considerar que a proposta de Isabel Camarinha, apresentada pela comissão executiva, levantava “sérias preocupações” pela sua proximidade ao PCP.

“Esta decisão dos sindicalistas socialistas é eminentemente político-sindical”, afirmou Fernando Gomes à agência Lusa, à margem do XIV congresso da intersindical, no Seixal (distrito de Setúbal).

Com a saída, neste congresso, de Carlos Trindade da direção, por limite de idade, Fernando Gomes passou a coordenar a corrente socialista da CGTP e por isso foi candidato à liderança da central sindical.

Mas, tendo em conta que os comunistas são maioritários nos órgãos sociais da central, o seu nome foi, desde logo, chumbado pela nova Comissão Executiva, que aprovou o nome de Isabel Camarinha para ser votado no Conselho Nacional.

A candidatura de Fernando Gomes recebeu seis votos na Comissão Executiva, que é composta por 29 elementos, cinco dos quais socialistas.

As eleições para a Comissão Executiva e a eleição da secretária-geral decorreram durante a madrugada de hoje.

“A oposição terminou com as eleições no Conselho Nacional”, referiu Fernando Gomes, considerando que “o que é importante é a luta da CGTP, é fazer com que a riqueza seja mais bem distribuída”.

Os socialistas da CGTP defendem que a intersindical deve “alargar a sua base de implantação com mais sindicalização e reforço da organização”.

Fernando Gomes é membro do Conselho Nacional desde 1999 e da Comissão Executiva desde 2001.

É membro da direção do Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria, Turismo, Restauração e Similares do Sul e coordenador da Comissão de Trabalhadores do Grupo Pestana Pousadas.

Ler mais
Recomendadas

PremiumPS quer adiar debate sobre financiamento partidário

Propostas de alteração à Lei de Financiamento dos Partidos já receberam parecer favorável, mas PS diz que debate não é prioritário. PSD lembra que autárquicas estão próximas e recusa atrasar processo.

António Costa chama presidente da Partex para negociar plano de recuperação da economia

o Chefe do Executivo já terá informado todos os ministros do convite feito a António Costa Silva, que estará de saída da petrolífera, tendo o gestor já reunido com alguns dos titulares das pastas. Não integra oficialmente o Governo, mas o objetivo será preparar os planos de investimento e reformas que terão que ser entregues à Comissão Europeia e a base do Orçamento para 2021.

PremiumPartidos querem mais apoios para trabalhadores e empresas

PSD, CDS-PP e PAN concordam com prolongamento do ‘lay-off’ até ao final do ano. BE, PCP e PEV querem mais apoio às PME e reforço do SNS.
Comentários