Chegou a primeira plataforma de empréstimos coletivos imobiliários em Portugal

Já está disponível a primeira plataforma de empréstimos coletivos imobiliários em Portugal, a Portugal Crowd, onde qualquer pessoa pode investir a partir de 50 euros.

A Portugal Crowd é uma plataforma tecnológica que pretende ligar diretamente as pessoas que querem investir-emprestando e receber uma determinada rentabilidade, às pessoas ou empresas, que pretendem receber um empréstimo e têm um imóvel que pode ser entregue como garantia real. São os empréstimos coletivos com garantia hipotecária.

Trata-se de uma nova forma de investimento e financiamento da economia com garantia real imobiliária e taxas de juro que variam entre os 6% e os 9%.

A Portugal Crowd funciona como um ponto de contacto direto entre pessoas que pretendem investir e pessoas (ou empresas) que pretendem obter um empréstimo. A grande atratividade para os Investidores no conceito da Portugal Crowd, reside na garantia real imobiliária que é requerida a quem pede o empréstimo.

Através deste modelo de empréstimos coletivos, uma pessoa ou empresa é financiada diretamente por várias pessoas/investidores.

Basicamente permite a massificação dos investimentos imobiliários. Por um lado, qualquer pessoa com um reduzido valor de investimento pode ter acesso a oportunidades com rentabilidades acima da média (geralmente vedadas aos pequenos investidores) e, por outro, assume-se como alternativa ao financiamento bancário (complexo e burocrático), para quem procura empréstimos.

Qualquer pessoa, desde que maior de idade, com NIF português e registada na plataforma Portugal Crowd, pode investir. Cada oportunidade tem um intervalo de investimento por pessoa de 50 euros (mínimo) e 2.499 euros (máximo).

“Numa altura em que a sociedade, através da nova economia baseada na digitalização, se multiplica em alternativas ao sistema clássico de comércio, financiamento, investimento, entre outros, a Portugal Crowd surge, apresentando uma alternativa de investimento e financiamento atrativa, simplificando processos e eliminando custos recorrentes de grandes estruturas, passado essas poupanças para o beneficio direto das pessoas. Tudo isto com a garantia hipotecaria para a correspondente minimização do risco”, salienta Bruno Libreiro, CEO da Portugal Crowd.

O Crowdlending é uma recente tendência de empréstimos coletivos nos EUA e na Europa e agora também Medio Oriente e que vale hoje mais de 13 mil milhões de euros. As maiores plataformas de empréstimos coletivos são a Zopa e Funding Circle (UK) e o Lending Club (USA).

Existe também o Crowdlending Real Estate (com garantia imobiliária), território no qual a Portugal Crowd se posiciona. A titulo de referências internacionais de referir ainda a plataforma LENDINVEST com sede em Londres que já financiou perto de 1000 milhões de euros desde o seu lançamento em 2008. Outras referências são: Fundrise (USA), Durise (Dubai).

Ler mais
Recomendadas

NOS e Amazon Web Services escolhem 15 startups para o programa de inovação em 5G

Empresas de sectores como saúde, agroalimentar ou desporto – todas com uma vertente digital – foram selecionadas para fazer parte do programa de inovação colaborativa “Acelerador 5G”. “Acreditamos que muito daquelas que serão as grandes inovações de futuro virão do mundo das startups, que tipicamente trazem visões disruptivas”, garante a operadora ao JE.

Portugal vai receber competição global de startups

A competição internacional “Get In The Ring” prevê a implementação de projetos-piloto em cada um dos quatro municípios parceiros da aceleradora BGI: Abrantes, Angra do Heroísmo, Braga e Fundão.

Governo prevê lançar ‘vouchers verdes’ de 30 mil euros para três mil startups até 2025

Entre as medidas do PRR está a aposta em “vouchers verdes” de 30 mil euros para três mil startups que desenvolvam novos modelos de negócios digitais e verdes, num investimento de 90 milhões de euros e 32 milhões de euros para aceleradoras da digitalização do comércio.
Comentários