Chiado8 muda para Fidelidade Arte

O grupo Fidelidade anuncia um novo posicionamento para o seu espaço no Chiado dedicado exclusivamente à promoção da arte contemporânea.

Fidelidade chiado8 Arte Contemporânea tem uma nova designação: Fidelidade Arte.

Em comunicado, o grupo Fidelidade explica que o processo de mudança para Fidelidade Arte decorre no âmbito da estratégia de responsabilidade social da seguradora e permite reforçar o seu contributo para “a educação e literacia cultural” num local emblemático no centro da cidade de Lisboa, com acesso gratuito, da população em geral, a projetos artísticos nacionais e internacionais.

Inaugurado em janeiro de 2002, o espaço da Fidelidade dedicado à cultura, esteve até 2006 sob a responsabilidade do galerista Fernando Santos, com a exibição de obras de artistas portugueses, como Alberto Carneiro, Costa Pinheiro, Gerard Castello-Lopes ou Nikias Spakinakis, e estrangeiros, como Antoni Tàpies, Jan Voss ou A.R. Penck.

Segundo Ana Fontoura, diretora de Responsabilidade Social do grupo Fidelidade e coordenadora da Fidelidade Arte, desde a abertura visitaram o espaço cerca de 100 mil pessoas.

 

Recomendadas

Já pode conhecer o Museu da Água sem sair de casa

A EPAL anunciou a disponibilidade de uma aplicação (iOS/Android) que permite conhecer com mais detalhe os monumentos do Museu da Água: o Aqueduto das Águas Livres, o Reservatório da Mãe D´Água das Amoreiras, a Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos e o Reservatório da Patriarcal.

Guta Moura Guedes à frente da Associação Comporta Futuro

A ideia é que Guta Moura Guedes, dinamizadora do Experimenta Design, traga o seu know-how e contactos para dinamizar e internacionalizar a produção cultural de região.

Documentário sobre diáspora portuguesa no Havai vai ter estreia nacional na Madeira

O realizador Ponta-Garça referiu também que já está a trabalhar na produção do próximo documentário, um filme mais abrangente que deverá estar pronto em 2020 e se vai debruçar sobre os portugueses em todos os Estados Unidos da América.
Comentários