China suspende viagens organizadas na China e ao exterior devido ao coronavírus

A partir de segunda-feira as agências de viagens chinesas não poderão mais vender reservas de hotel nem viagens em grupo.

O Governo chinês decidiu suspender as viagens organizadas em China e ao estrangeiro em resposta à epidemia de pneumonia viral que já matou 41 pessoas no país e atingiu outros continentes, anunciou hoje a televisão pública.

A partir de segunda-feira, as agências de viagens chinesas não poderão mais vender reservas de hotel nem viagens em grupo, segundo o canal de televisão CCTV.

O novo vírus, que causa pneumonia, foi detetado na China no final de 2019 e já provocou a morte a pelo menos 41 pessoas.

No território continental chinês há registo de mais de 800 pessoas infetadas e cerca de 1.000 casos suspeitos, tendo sido confirmados casos em Macau, Malásia, Tailândia, Taiwan, Hong Kong, Coreia do Sul, Japão, Estados Unidos, França e Austrália.

As autoridades chinesas consideram que o país está no ponto “mais crítico” no que toca à prevenção e controlo do vírus e colocaram em quarentena 13 cidades.

Recomendadas

Presidente de Cabo Verde declara Estado de Emergência pela primeira vez no país

Jorge Carlos Fonseca justificou a medida como o objetivo de defender interesses e valores fundamentais do país e da comunidade e para dar meios legítimos às autoridades para um combate mais eficaz à pandemia.

Joseph E. Lowery morre aos 98 anos

O reverendo, um veterano líder dos direitos civis que lutou contra a discriminação racial e ajudou Martin Luther King a fundar a Conferência de Liderança Cristã do Sul, morreu esta sexta-feira em casa, em Atlanta.

Casos de coronavírus em Espanha sobem para 72.248

O número diário de vítimas mortais atingiu um novo recorde: 832 só nas últimas 24 horas. O acordo que estende o Estado de Emergência em Espanha foi publicado este sábado em boletim oficial, depois de o Congresso dos Deputados ter autorizado mais 15 dias para auxiliar na gestão da crise.
Comentários