Cinco mil empregos, cinco milhões de passageiros: o que a Ryanair promete para o Montijo

“Apelamos ao ministro das Infraestruturas e da Habitação a fazer o que deve fazer e fornecer infraestruturas, queremos o Montijo aberto, porque Lisboa-Portela tem constrangimentos”, disse Michael O’Leary, CEO da Ryanair, em conferência de imprensa.

CEO da Ryanair, Michael O’Leary | Foto de Cristina Bernardo

A Ryanair apelou esta quarta-feira ao Governo português para acelerar o projeto do aeroporto do Montijo, pois a companhia aérea irlandesa acredita que essa nova infraestrutura poderá levar a empresa a trazer cinco milhões de passageiros por ano para Lisboa e a criar cinco mil empregos.

“Apelamos ao ministro das Infraestruturas e da Habitação a fazer o que deve fazer e fornecer infraestruturas, queremos o Montijo aberto, porque Lisboa-Portela tem constrangimentos, e se o Montijo abrir prometemos entregar cinco milhões de passageiros e criar cinco mil novos empregos aqui no Montijo e em Lisboa”, disse Michael O’Leary, CEO da Ryanair, em conferência de imprensa.

Para o CEO, “é claro que a Ryanair vai liderar uma recuperação de tráfego pós-Covid muito forte aqui em Portugal, tudo isto a custo zero para o estado português, ao contrário dos três mil milhões de apoio à TAP”.

“Somos um grande contribuinte em Portugal. O ministro Pedro Nuno Santos diz que somos apenas uma companhia aérea estrangeira, mas somos uma companhia aérea estrangeira que paga mais de 100 milhões em impostos e taxas a cada ano, o que significa que devemos ter permissão para fazer nossas críticas”, adiantou.

“Ele [Pedro Nuno Santos] continua a prometer e a atrasar para proteger a TAP, mas abrir o Montijo seria um grande impulso para o turismo, emprego e economia de Lisboa”, alegou Michael O’Leary.

A Ryanair disse que este verão há uma “forte recuperação” do tráfego nos vooos de e para Portugal, numa altura em que a companhia oferece mais de 600 vpos semanais através de 122 rotas, incluindo três novas rotas entre Lisboa e Colónia (dois voos semanais), Faro e Belfast City (voos diários), bem com Faro e Teesside (dois voos diários).

Relacionadas

“A TAP pode sobreviver com mil milhões, não precisa de três mil milhões”, diz O’Leary (com áudio)

“Achamos que a TAP acabará por conseguir ter o auxílio estatal aprovados, mas pensamos que talvez de mil milhões e não de três milhões, o que será uma coisa boa para Portugal, pois impedirá o ministro [Pedro Nuno] Santos de desperdiçar dois mil milhões do vosso dinheiro numa sanita como a TAP”, disse o CEO da Ryanair.

“Acusações de Pedro Nuno Santos são falsas e injustas”, diz o CEO da Ryanair

O CEO da Ryanair reiterou que o Governo português vai “desperdiçar” três mil milhões de euro no apoio estatal à TAP, rejeitando que seja um investimento. Na apresentação aos jornalistas, Michael O’Leary chamou Pedro Nuno Santos de Pinóquio, apresentando até uma imagem manipulada do ministro para esse efeito.

Pedro Nuno Santos: “A easyJet é uma companhia aérea que tem uma excelente relação com o Estado português”

Na inauguração da nova base da transportadora em Faro, o ministro disse que a empresa “respeita a legislação laboral”, numa clara alusão às relações conturbadas que tem mantido com outra companhia aérea ‘low cost’ com forte presença em Portugal, a Ryanair.
Recomendadas

Operadora de jogo de Macau MGM China com resultado positivo de 12,6 milhões

A MGM China, operadora de jogo com dois casinos em Macau, anunciou esta quinta-feira um EBITDA positivo (lucros antes de impostos, juros, amortizações e depreciações) no segundo trimestre do ano.

Banco digital francês Nickel alia-se à CCP para ter “balcões” nas lojas de rua (com áudio)

“Nesta área, em que é preciso o consumidor ter confiança no interlocutor para pôr e tirar de lá dinheiro, o perfil deste comércio pode impulsionar este projeto e aproveitar o potencial para criar oportunidades para os pontos de venda”, diz João Vieira Lopes ao JE.

Banco do Brasil com aumento de 52% nos lucros no primeiro semestre (com áudio)

O Banco do Brasil anunciou na quarta-feira um lucro líquido de 9,75 mil milhões de reais (1,58 mil milhões de euros) no primeiro semestre do ano, um aumento de 52% em comparação com o mesmo período em 2020.
Comentários