Cinco Prémios BPI “la Caixa” vão atribuir 3,75 milhões destinados a projetos de instituições de solidariedade social

No total são cinco os Prémios BPI “la Caixa”, no valor de 3,75 milhões de euros, para apoiar projetos de instituições privadas sem fins lucrativos, a executar em território nacional.

Estão abertas as candidaturas à 10ª edição do Prémio BPI “la Caixa” Capacitar, uma iniciativa que tem a finalidade de apoiar projetos que promovam a melhoria da qualidade de vida, a ocupação e a autonomia de pessoas com deficiência ou incapacidade permanente em situação de vulnerabilidade social.

Este ano os cinco Prémios BPI “la Caixa” vão atribuir um total de 3,75 milhões de euros destinados a projetos de instituições de solidariedade social privadas, a executar em território nacional.

Há 750 mil euros que são destinados a pessoas com deficiência em situação de vulnerabilidade social.

Foi criado em 2010 o Prémio Capacitar e já atribuiu 5,375 milhões de euros, distribuídos por 168 projetos de Norte a Sul do País e Ilhas.

Os Prémios BPI “la Caixa” 2019 são uma iniciativa conjunta do BPI e da Fundação “la Caixa”.

Os prémios inserem-se na política de responsabilidade social do Banco e são financiados pela Fundação “la Caixa”. As duas entidades estabeleceram um acordo de colaboração para o desenvolvimento de projetos de carácter social e cultural em Portugal após a entrada do BPI no grupo CaixaBank.

Calendário dos Prémios BPI “la Caixa” 2019:

•   Infância – Crianças e adolescentes– Candidaturas encerradas a 04 de março

•  Solidário – Jovens e adultos – Candidaturas encerradas a 01 de abril

• Seniores – Pessoas com mais de 65 anos – Candidaturas encerradas a 29 de abril

•  Capacitar – Pessoas com deficiência – Candidaturas de 30 de abril a 27 de maio

•  Rural – Ações sociais de âmbito rural – Candidaturas de 28 de maio a 25 de junho

Recomendadas

Caixa Geral de Depósitos aumenta lucros para 294 milhões de euros

No primeiro semestre, o resultado líquido consolidado da CGD atingiu 294 milhões de euros (249 milhões no período homólogo). O banco revela ainda a “continuação do reforço de imparidades de crédito em 90,2 milhões de euros em base preventiva dos potenciais efeitos da crise pandémica”.

Banco Montepio com 2,7 mil milhões de euros de crédito em moratória

Sem detalhar o peso no total da carteira, o Banco Montepio diz que concedeu 35 mil moratórias que totalizaram 2,7 mil milhões de euros com referência a 30 de junho de 2021, “evidenciando uma redução de 16% face ao final de 2020”.

Banco Montepio melhora prejuízos para 33 milhões no semestre

O banco liderado por Pedro Leitão regista uma variação positiva nos resultados no montante de 18 milhões de euros em junho. Mas produto bancário cai 12%. O rácio NPE (malparado) melhorou para 9,3%, face aos 12% do ano passado.
Comentários