Cliente do Pingo Doce e da BP? Pode poupar até 10 euros mensais na fatura da EDP

Esta campanha alarga-se também ao carregamento de veículos elétricos nos postos de carregamento EDP instalados na BP, onde cada kWh carregado vale 3 pontos no cartão Poupa Mais.

A EDP reforçou, no ano passado, a parceria com a BP e o Pingo Doce com oferta de descontos na fatura de energia. Os clientes da EDP Comercial com cartão Poupa Mais que abasteçam nos postos BP vão poder poupar até 10 euros por mês na fatura de energia.

Por cada 40 litros de combustível acumulados mensalmente na BP, o cliente beneficia de um desconto automático de dois euros na fatura da EDP Comercial até um máximo de 10 euros por mês.

Para aderir, os clientes devem associar o cartão Poupa Mais ao contrato da EDP Comercial, através do site poupamais.pt, da linha de apoio deste cartão ou nas lojas da EDP.

Esta promoção é válida até 31 de dezembro de 2020, ou quando o volume de litros de combustível destinado à promoção, de 70 milhões de litros, se esgotar. Ainda há mais de 55 milhões de litros de combustível disponível.

Realce-se que este benefício se destina apenas aos clientes da EDP Comercial, não abrangendo os clientes do serviçoque estejam ainda no mercado regulado, agora denominado SU Electricidade.

Também para carros elétricos

Os benefícios desta campanha alargam-se também ao carregamento de veículos elétricos nos postos de carregamento EDP instalados na BP, onde cada kWh carregado vale 3 pontos no cartão Poupa Mais.

Esta parceria, lançada no ano passado, conta já com a adesão de mais de 50 mil portugueses. A componente de acumulação de pontos, através dos carregamentos elétricos, e a colaboração BP/EDP para o alargamento da rede pública de carregamento, “reforçam o empenho da EDP e BP em contribuir para o desenvolvimento da mobilidade elétrica em Portugal”.

Para a EDP Comercial, é “uma prioridade entregar aos clientes um serviço de excelência, com soluções adaptadas às suas necessidades, mas também através de parcerias que acrescentem valor”.

Esta parceria insere-se na estratégia, tanto da BP como da EDP, representando uma “forte aposta no futuro da mobilidade e em soluções energéticas alternativas, bem como no enriquecimento da oferta das duas empresas junto do cliente com a possibilidade de uma poupança mensal. A BP e a EDP reforçam, assim, o seu compromisso com os clientes e parceiros e também com o planeta: entregar energia mais limpa”.

Ler mais
Recomendadas

Parlamento aprova a suspensão das rendas e da caducidade dos contratos de arrendamento

As alterações na legislação sobre habitação autorizam que as famílias podem suspender o pagamento da renda durante o Estado de Emergência se registarem uma quebra superior a 20% dos rendimentos do agregado familiar, face aos rendimentos do mês anterior ou do período homólogo do ano anterior.

Utiliza a aplicação Houseparty? Deco desaconselha

Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor apercebeu-se de que a “partilha de dados pessoais e a segurança pode ser melhorada”. A ‘app’ nega críticas de falta de privacidade e está a oferecer cerca de 900 mil euros a quem souber como começou a “campanha difamatória”.

Desempregado ou em lay-off? Saiba como trabalhar em instituições sociais ou de saúde para ganhar um rendimento extra

Esta medida, voluntária, é uma forma dos desempregados ou dos trabalhadores em regime de lay-off poderem ganhar um rendimento extra reforçando hospitais ou lares. Desempregados com direito a uma bolsa mensal de 438,8 euros, com os trabalhadores em regime de lay-off a terem o direito a 658,2 euros mensais.
Comentários