Clubes da Premier League aprovam norma que trava novos patrocínios do Newcastle United (com áudio)

Emblemas da Premier League estão muito preocupados com a reação do mercado de patrocínios à chegada do novo investidor saudita do Newcastle United. Norma estará vigente durante o mês de novembro e irá aplicar-se aos vinte clubes, sendo que uma boa parte destes emblemas estão dispostos a aceitar que a regra se torne permanente.

1 – Newcastle United (377 mil milhões de euros)

Os emblemas da Premier League não estão dispostos a ceder perante a chegada do investidor saudita Yasir al-Rumayya e esta segunda-feira, estes clubes avançaram com a aprovação de uma norma que evita com que os ‘magpies’ assinem novos contratos de patrocínio. Esta norma estará vigente durante o mês de novembro e irá aplicar-se aos vinte clubes, sendo que uma boa parte destes emblemas estão dispostos a aceitar que a regra se torne permanente.

A reunião de emergência dos vinte clubes da Premier League foi noticiada pelo jornal inglês “The Guardian” e acordo com a imprensa britânica, a proposta foi aprovada com 18 votos a favor e um voto contra: precisamente o do Newcastle. O Manchester City absteve-se nesta votação.

Citado pelo “The Guardian”, Lee Charnley, gestor do Newcastle, manifestou-se absolutamente contra esta decisão e realçou que esta mudança de regras, que irá proibir que os ‘magpies’ assinem acordos comerciais, é “anticompetitivo”

O jornal espanhol “Marca” destaca que muitos clubes da Premier League têm manifestado preocupação de que os novos proprietários sauditas do Newcastle United possam garantir patrocínios que lhes confira vantagens no momento de avançar contratações. “Os clubes querem que se tomem medidas preventivas que previnam esta situação ou assegurem que seja pago um valor justo”, escreve a “Marca”.

A aquisição do Newcastle United por parte de um consórcio apoiado pelo Fundo de Investimento Público Saudita, no início deste mês, tem gerado uma reação enérgica por parte dos restantes 19 clubes da Premier League, que inclusivamente pediram uma reunião com a Federação Inglesa de Futebol, que decorreu na semana passada.

Após essa troca de ideias, os 19 clubes da Premier League reuniram-se sem qualquer intermediação de forma a estudar as implicações financeiras que irão implicar uma concorrência por parte dos investidores sauditas.

A aquisição do clube britânico Newcastle United acabou com um reinado de 14 anos de Mike Ashley. O acordo de 300 milhões de libras (quase 353 milhões de euros) foi concluído 18 meses depois de o consórcio liderado por Amanda Staveley ter feito a primeira oferta pelo clube.

Recomendadas

Mercado automóvel sobe 3,3% até novembro, mas cai face a 2019

“Nos 11 meses de 2021, foram colocados em circulação 163.944 novos veículos, o que representou uma diminuição de 33,1% relativamente a 2019, apesar da comparação com 2020 mostrar um aumento de 3,3%”, indicou, em comunicado, a ACAP.

Covid-19: ANA diz que recuperação do tráfego está nos 50%, mas nova variante pode obrigar a rever previsões

A gestora aeroportuária diz que foi conservadora nas previsões que fez e que, por isso, está a ser surpreendida “pela positiva”, mas admite que a nova variante do SARS-CoV-2 poderá forçá-la a alterar projeções, devidos a possíveis cancelamentos.

UE só exportou metade do valor de produtos de energia verde importados em 2020

O valor das importações de painéis solares e biodiesel foi muito superior ao valor correspondente das exportações dos 27 Estados-membros destes bens para países fora da UE.
Comentários