CMS reforça área de Fiscal

Susana Estêvão Gonçalves era associada principal da Uría Menéndez – Proença de Carvalho.

A sociedade de advogados CMS anunciou recentemente que contratou Susana Estêvão Gonçalves, ex-associada principal da Uría Menéndez – Proença de Carvalho, para o departamento de Direito Fiscal.

A área de Fiscal deste escritório conta com 10 advogados em Portugal, dos quais dois são sócios: Patrick Dewerbe e Nuno Figueirôa Santos. Já a nível internacional, são mais de 400 advogados, em 42 jurisdições na Europa, Ásia, África, Médio Oriente e América Latina.

“A integração da Susana Estevão Gonçalves insere-se numa política de crescimento e reforço das equipas da CMS não só integrando jovens advogadas e advogados em início de carreira, mas também recrutando advogadas e advogados com reconhecida experiência profissional”, refere a firma.

Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Susana Estêvão Gonçalves fez também uma pós-graduação em Fiscalidade na Faculdade de Direito da Universidade Católica de Lisboa. Na Uría Menéndez – Proença de Carvalho esteve desde setembro de 2008 até agosto deste ano, trabalhando sobretudo em planeamento fiscal internacional, fusões e aquisições, operações imobiliárias, project finance e gestão de patrimónios.

Recomendadas

Vieira de Almeida organiza encontro de academias corporativas

As três variáveis em análise serão conteúdo, estilos de ensino e motivação. Desde 2014 que a sociedade de advogados Vieira de Almeida promove estes fóruns de discussão.

Regulador cabo-verdiano apresenta normas sobre fundos de investimento e titularização de créditos

O objetivo é que o documento contribua para o desenvolvimento dos “pilares normativos fundamentais” do mercado de valores mobiliários de Cabo Verde.

Santander assessorou Finerge na compra de parques eólicos

Em comunicado enviado às redações, a Finerge, segundo maior produtor de energia eólica, revelou esta segunda-feira que adquiriu à Brookfield Renewable dois parques eólicos situados em Arganil e em Montalegre, reforçando assim a sua posição de operador de energias renováveis no país.
Comentários